Por que ter um bom controle de estoque?

Você ainda gerencia seu controle de estoque por meio de planilhas, ou ainda pior, não o administra de maneira séria e cuidadosa? Se este for o seu caso, o seu negócio pode estar passando por uma série de problemas. Neste post, vamos lhe atentar sobre a importância e os benefícios do controle de estoque e como ele pode ajudar tanto os seus funcionários quanto os seus clientes. Confira!

Aumenta a eficiência

A eficiência dos funcionários pode aumentar significativamente a saúde global do seu negócio. Sem o gerenciamento um controle de estoque organizado, você paga seus empregados para cavarem arquivos, planilhas e e-mails, correrem para o armazém a cada vez que exista uma questão sobre os inventários e os produtos armazenados, ou escreverem manualmente os relatórios em uma base diária.

Você poderia facilmente tornar essas tarefas mais eficazes ao realocá-los para tarefas mais críticas por meio da implementação de um bom sistema de controle de estoque. Seus funcionários poderão se concentrar em tarefas mais valiosas, e você ficará mais tranquilo, porque tudo o que você precisa saber sobre a sua empresa será facilmente acessível.

Você sempre saberá onde todas as suas mercadorias estão

As empresas com vários locais de armazenamento sofrem quando seus funcionários precisam realizar uma complexa pesquisa para saber onde estão os produtos, ou para confirmar que eles realmente estão lá. Um controle de estoque preciso eliminará quaisquer problemas com localização inventário, inclusive tornando o atendimento ao cliente muito mais rápido e eficaz.

Você será capaz de fechar cada venda possível

Um controle de estoque impreciso pode levar à perda de vendas. Há muitas maneiras de as coisas darem errado nesse sentido, como, por exemplo, um funcionário dizendo a um cliente um item está fora de estoque para apenas para descobrir mais tarde que o produto se encontra disponível, ou vice-versa. Ou pior, um cliente é orientado a ir a uma loja diferente que tenha o item quando este simplesmente não é adquirido há algum tempo pela empresa. Se você está confiante em seu sistema de controle de estoque, estes tipos de erros humanos se tornarão quase inexistentes.

Você sempre vai cumprir com as datas de entrega

Enquanto você pode fazer uma boa venda no início do dia, e mesmo assim pode acabar com uma má reputação perante o cliente caso comece a fazer um monte de entregas atrasadas devido a não ter um item em estoque para pronta entrega. Você também não quer fazer com que o cliente espere que você para receba uma remessa de um fornecedor sem dar a ele uma previsão de atendimento, simplesmente porque você não sabe quando conseguirá obter dados sobre o rastreamento daquele produto, não é? Com um controle de estoque preciso, você será capaz de rastrear os seus produtos com muito mais assertividade, mesmo que eles ainda estejam em rota para o seu armazém.

 

 

Você pode alterar a frequência de reposição de fornecimento quando necessário

Ter estoque em excesso pode ser ainda pior do que não ter mercadorias. O armazenamento pode sair muito caro para algumas empresas, e a última coisa que você deseja é ter que fazer uma liquidação só porque ordenou a entrega de mercadorias em excesso. Manter o controle de exatamente quanto você tem de tudo, junto aos indicadores de saída, pode fazer com que os pedidos de fornecimento sejam feitos de forma muito mais adequada, combinando a entrega com boa antecedência.

Traz economia

Com um sistema de controle de estoques mais eficaz, os erros humanos diminuem consideravelmente. A diminuição de equívocos com a confecção de notas, cotações e com diversos outros aspectos da rotina evita o desperdício de tempo, materiais e o retrabalho, impactando diretamente a saúde financeira do seu negócio.

E em sua empresa, como anda a organização da gestão do seu estoque? Aproveite os comentários e participe da conversa com a gente!

Continue reading “Por que ter um bom controle de estoque?”

3 formas de melhorar a gestão financeira empresarial

Gerenciar um negócio não é uma tarefa simples. São diversas as variáveis com que um gestor deve se preocupar para manter a saúde de um negócio. É claro que tudo pode estar bem na parte operacional e na parte administrativa, mas isso só estará realmente bem em longo prazo se a parte financeira da empresa estiver com tudo em dia. Veremos 3 dicas para se realizar a gestão financeira de sua empresa e fazer com que isso deixe de ser um problema e passe a ser uma das soluções para o seu negócio!

Melhore seu processo produtivo e tudo melhorará por tabela

Quando há controle no processo produtivo, todo o restante das suas atividades acaba “contaminado” por este controle adicional. Não é necessário ser mesquinho ou reduzir a qualidade dos produtos oferecidos: o que é necessário é que se gaste apenas o essencial para que seja produzido um bem.

Por exemplo, ao se produzir determinado item do seu mix de produtos, os funcionários se dão conta de que uma simples alteração nos procedimentos produtivos ajudará a reduzir os custos em longo prazo. Eles são os melhores personagens para identificar esse tipo de economia em potencial. Passe a dar mais atenção a eles e os resultados certamente virão. Neste momento, um controle integrado com outros setores ajudará na medição destes resultados em curto prazo.

Quando isso passar a ser uma política na área produtiva, todos os departamentos administrativos já terão consciência da nova visão organizacional e será mais simples aplicar os mesmos preceitos de redução de custos sem causar um impacto muito grande nas atividades rotineiras.

Utilize o fluxo de caixa e todas as possibilidades de controle que ele oferece

Uma ferramenta importantíssima, consequente do controle dos processos, é o fluxo de caixa. Ele ajuda a identificar para onde e de onde estão vindo os recursos financeiros de determinada empresa.

Não apenas os recursos de caixa são utilizados. Também entram as contas-correntes e qualquer pagamento que tenha sido realizado ou recebido por uma empresa. Muito cuidado com os cheques que já foram emitidos ou recebidos, mas ainda não compensados. Apenas o que está disponível para ser gasto deve ser considerado.

Se você tiver uma ferramenta que controle isso de maneira integrada, os registros vão ficar muito mais confiáveis e poderão ser utilizados para projetas as necessidades financeiras e os pagamentos que ocorrerão no futuro. Mas como fazer isso?

Utilize um software de gestão

A simples adoção e o treinamento do pessoal responsável pelos registros não trará resultados imediatos. É importante que todos tenham consciência do papel que um software integrado de gestão pode trazer para uma empresa.

As mudanças não ocorrerão de maneira imediata, mas elas serão contínuas e irreversíveis. Isso quer dizer que a adoção trará, em longo prazo, a possibilidade de um controle mais efetivo de todas as operações de uma empresa.

Não importa o tipo de atividade nem o tamanho da empresa. Há opções que se adaptam a qualquer tipo de empresa e também se encaixam em qualquer orçamento.

O processo de gestão financeira de uma empresa deve ser feito a todo instante. Não existe um momento mais ou menos apropriado para isso, é algo constante e que deve fazer parte do dia a dia de toda empresa e não ser feito apenas quando há algo que está prejudicando os negócios. Quer receber mais conteúdo como este em seu e-mail? Assine nossa newsletter!