Bloco K: sua empresa está preparada para essa obrigação em 2019?

O bloco K é um dos módulos do SPED Fiscal que ainda gera muitas dúvidas entre os empresários. Em meio a tantas novas exigências introduzidas pelo SPED, pode se tornar complicado organizar todas as informações necessárias e cumprir os diferentes prazos das obrigações, não é?

Entre os dados que devem ser controlados pelas empresas e transmitidos ao poder público estão aqueles relacionados aos insumos utilizados na produção de seus produtos e sobre o estoque de materiais. Foi para monitorar essas atividades que foi criado o bloco K do SPED Fiscal.

Você sabe se a sua empresa está preparada para a obrigação do Bloco K em 2019? Descubra ao longo deste artigo.

O que é bBloco K?

O bloco K é uma obrigação acessória do SPED Fiscal que consiste na apresentação de informações sobre controle de produção e estoque. Ou seja, os estabelecimentos industriais devem informar mensalmente, em formato digital, as principais informações sobre os insumos utilizados na produção e os materiais que estão armazenados no estoque da empresa.

O poder público já exerce um controle sobre as movimentações financeiras, patrimônio empresarial, recolhimento de impostos, entre várias outras informações de uma empresa, certo? O bloco K é uma nova exigência que busca aumentar o controle da fiscalização sobre tudo o que acontece dentro de uma indústria.

Entre as informações que devem ser informadas no bloco K do SPED Fiscal estão:

  • a quantidade produzida;
  • a quantidade de materiais que foi consumida;
  • a quantidade que foi produzida em terceiros;
  • a quantidade de materiais consumida na produção em terceiros;
  • as movimentações internas de estoque que não estejam diretamente relacionadas à produção;
  • os materiais de propriedade da empresa e em seu poder;
  • os materiais de propriedade da empresa e em poder de terceiros;
  • os materiais de propriedade de terceiros em poder da empresa;
  • a lista de materiais de todos os produtos que são fabricados na produção própria e em terceiros.

Entenda as principais mudanças do bloco K

Quando o bloco K começou a ser exigido as empresas brasileiras ocorreram vários problemas pela falta de flexibilidade da Receita Federal no recebimento das informações. Era preciso confrontar todos os dados informados com a lista técnica do produto produzido — incluindo a exatidão de informações como número de itens e código dos produtos usados na produção.

As principais mudanças recentes no bloco K estão relacionas à flexibilidade para informar todos os dados necessários. Em vez de exigir inúmeras alterações e dificultar a entrega das informações, foram realizadas mudanças para que esses dados sejam entregues sem complicações. Além disso, foram liberados registros que permitem fazer ajustes na escrituração do bloco K em períodos anteriores de entrega do SPED Fiscal:  o K280 e K270/K275.

Quem precisa entregar o bloco K?

O objetivo do bloco K é monitorar as atividades de indústrias ou empresas equiparadas a indústrias e atacadistas. Por essa razão, são essas as organizações que ficam obrigadas a enviar o Livro de Registro de Controle de Produção e do Estoque através do SPED Fiscal.

Porém, ainda não são todas essas empresas que já estão obrigadas e a realizar a entrega do bloco K em 2019. Os prazos e obrigatoriedades seguem as definições do Ajuste SINEF nº 25 de 2016:

  • 1º de janeiro de 2017, restrita à informação dos saldos de estoques escriturados nos Registros K200 e K280, para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 10 a 32 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE);
  • 1º de janeiro de 2019, correspondente à escrituração completa do Bloco K, para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 11, 12 e nos grupos 291, 292 e 293 da CNAE;
  • 1º de janeiro de 2020, correspondente à escrituração completa do Bloco K, para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 27 e 30 da CNAE;
  • 1º de janeiro de 2021, correspondente à escrituração completa do Bloco K, para os estabelecimentos industriais classificados na divisão 23 e nos grupos 294 e 295 da CNAE;
  • 1º de janeiro de 2022, correspondente à escrituração completa do Bloco K, para os estabelecimentos industriais classificados nas divisões 10, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 24, 25, 26, 28, 31 e 32 da CNAE.

Registros K200 e K280

Entre os principais registros do bloco K estão o K200 e o K280:

  • K200: indica o estoque final escriturado, fazendo uma separação por tipo de estoque e por participante. Nesse registro estão inclusas as mercadorias para revenda, matéria-prima, embalagens, produtos em processo, produtos acabados, subprodutos e outros insumos. Além disso, também é preciso informar se as mercadorias são de propriedade da empresa e se estão em posse do informante ou de terceiros.
  • K280: tem o objetivo de escriturar alterações e correções dos dados informados na apuração anterior — escriturados no registro K200.

Como um sistema de gestão pode te ajudar com o bloco K?

Um sistema de gestão pode tornar muito simples a entrega do bloco K do SPED Fiscal. Essa exigência nada mais é do que uma parte do arquivo do SPED que contém as informações de gestão de estoque: entradas, saídas de mercadoria, localização da mercadoria, finalidade para qual a mercadoria foi adquirida, entre outros. Todas essas informações podem ser facilmente acessadas em um sistema digital de controle de estoque.

Ou seja, quando você precisa gerar o SPED por um sistema digital, torna-se possível organizar todos esses dados de forma automática — sem ser muito trabalho ou tempo desperdiçado. Em menos de 5 minutos você consegue gerar o SPED com tudo que precisa do bloco K.

E então, a sua empresa já está preparada para as exigências do bloco K? Você gostaria de saber mais sobre o assunto? Então acesse o nosso e-book sobre o assunto!

Dicas do CEO: Série produtividade – Mudando a rotina – Parte 2

Olá!

Esse é o quarto artigo da série produtividade, dentro do Dicas do CEO. Esse artigo é uma continuidade do anterior. Se você ainda não leu o post da semana passada, apresentei três hábitos importantes: dormir cedo, dormir bem e ler diariamente. Caso tenha dificuldades em implementar em sua vida, tanto os hábitos apresentados semana passada, quanto os apresentados neste e-mail, leia esse post.

Uma vez que você entendeu como ele funciona, agora você está no controle! Então é hora de incluir novos hábitos em sua rotina! Quais hábitos você quer mudar? Não sabe ainda? Pois bem, hoje quero trazer mais 3 hábitos que vão tornar você mais produtivo.

Vamos aos três hábitos? Confira abaixo.

Hábito #4) Comece hoje seu dia de amanhã

Você tem a sensação que sua manhã passa rápido demais? Tem a sensação que você acorda cedo, mas nunca dá tempo de fazer tudo que você gostaria antes de ir para o trabalho? Tem a sensação de se sentir atarefado, mas não se sentir produtivo? Então com certeza o hack a seguir vai te ajudar.

Uma das principais coisas que acabam com nossa produtividade é quando, para cumprir uma tarefa, precisamos cumprir diversas subtarefas não planejadas. Vou exemplificar. Você já pensou o quanto você é produtivo ao escovar os dentes? Isso acontece porque você sabe exatamente onde está sua escova de dentes, sabe exatamente onde está a pasta de dentes, sabe como escovar os dentes. E, após terminar, deixa tudo no mesmo lugar para que, quando você precisar novamente, não tenha que perder tempo. Não é verdade?

Apesar de ser um conceito razoavelmente simples, muitas pessoas não se dão conta dessa poderosa ferramenta. Vamos exemplificar novamente. Alguma vez você já foi dormir pensando: “amanhã vou acordar cedo e fazer exercícios antes de sair para trabalhar”, mas, ao acordar, seus planos foram por água abaixo?

A simples tarefa de ir a academia implica numa mudança completa da sua rotina matinal. Uma série de subtarefas e decisões são automaticamente incorporadas a sua rotina. Ao arrumar a bolsa, você percebe que não há meias limpas disponíveis. Então você precisa procurar meias limpas no cesto de roupas para passar. Devo tomar banho ou deixo para tomar banho na academia? Tomo café da manhã ou vou me sentir pesado? Repare que essa série de subtarefas e decisões vão minando seu autocontrole e sua autodisciplina, fazendo você desistir do novo hábito. Sem você se dar conta, seu cérebro está sabotando você.

Como resolver esse problema? Simples. Facilite a tarefa para você e para seu cérebro. Quer ir a academia de manhã cedo? Deixe sua bolsa da academia já pronta no dia anterior. Quer fazer um curso online pela manhã? Deixe o link do curso já salvo nos favoritos. Quer ler um livro logo cedo? Deixe o livro marcado na página e a sua vista.

Aqui vão algumas coisas que eu costumo fazer que me ajudam a ser mais produtivo:

  • Antes de sair do trabalho, organizo minha agenda e minha lista de tarefas do dia seguinte. Penso quando vou fazer cada tarefa e quanto tempo vou levar.
  • A noite, deixo minha bolsa da academia já pronta para o dia seguinte.
  • Deixo o pó do café e a água já na cafeteira (sim, no dia seguinte é só apertar um botão e o café estará pronto).
  • Verifico se tem pão, queijo, etc, para não deixar para comprar pela manhã.

São coisas simples, mas que fazem eu começar o dia de forma super produtiva.

Hábito #5) Reduza a quantidade de decisões que você precisa tomar

Você já percebeu que Mark Zuckerberg, fundador do facebook, sempre aparece nas fotos com uma mesma camisa? Antes que você diga que é um problema de falta de asseio, saiba que ele tem várias camisas iguais.

dicas do ceo

Em 2014, o CEO do Facebook participou de uma sessão de perguntas e respostas abertas ao público. Dentre diversas perguntas, o questionamento que despertou maior interesse de quem assistia foi: “Por que você usa a mesma camisa todos os dias?”

A resposta dele foi que pequenas decisões, como escolher o que vestir ou o que comer no café da manhã, podem ser cansativas e consumir energia, e que ele não quer perder tempo com isso.

Mark sabe que existem milhares de pequenas decisões que tomamos no dia a dia que consomem nossa energia. Devemos guardar energia para as grandes decisões, aquelas que realmente vão impactar nossas vidas e nossos negócios. Segundo um artigo do Wall Street Journal, um adulto toma 35 mil micro decisões todos os dias. O hack aqui é eliminar o maior número de decisões que não agregam muito valor a sua vida.

Acha que estou exagerando? Lembra do Steve Jobs e sua famosa blusa preta com gola alta?

Outro líder que utiliza essa mesma técnica é Barack Obama. Em certa ocasião, ele disse:

“Observem que uso só ternos cinzas ou azuis. Estou tentando reduzir minhas decisões. Não quero tomar decisões sobre o que comer ou vestir, porque tenho muitas outras decisões para tomar.”

Ok, você não quer ser tão radical. Então que tal juntar essa dica com a anterior? Escolha, hoje, sua roupa de amanhã. Mas não mude.

dicas de ceo

*Mônica utilizando técnicas de produtividade para guardar energia para resolver planos infalíveis do Cebolinha.

Hábito #6) Organize a agenda do seu dia

Outro hábito que me ajuda muito a ser mais produtivo é organizar a agenda do meu dia. Por exemplo, reservei um tempo na minha agenda para escrever esse artigo. Parece simples, mas na prática não é. Isso porque, por mais que você se organize e planeje, a vida é feita de imprevistos.

Já passei várias vezes por isso. Organizo meu dia e todas as minhas tarefas, Quando penso que vou ter um dia super produtivo: “Eduardo, tem 5 minutos?”. E 5 minutos se tornam 30, e lá se vai meu planejamento.

Então como lidar com imprevistos?

Costumo seguir CEOs que admiro nas redes sociais, e certa vez li um artigo escrito por Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, que apresentou um simples hack que me ajudou a organizar imprevistos: agendar tempo livre.

Isso mesmo, agendar tempo livre resolve 99% dos problemas não previstos. Um CEO deve agendar, no mínimo, uma hora e meia de tempo livre por dia. E o tempo livre deve durante seu horário de trabalho. Dessa forma, passei a mudar minha resposta quando perguntam: “Eduardo, tem 5 minutos?”. “Agora não tenho, mas 11:30 estarei livre. Podemos conversar esse horário?” Caso seja urgente, você pode remanejar o que você está fazendo para o tempo livre, e resolver a urgência. Mas te garanto que você vai se surpreender, pois 90% das vezes não era algo tão urgente assim.

Algumas ferramentas que vão ajudar você a organizar sua lista de tarefas: Google calendar (agenda online), Trello (organizador de tarefas extremamente flexível), Calend.ly (cria um link para que pessoas possam agendar reunião com você), Todoist (organiza tarefas de projetos), Toggl (quantifica quanto tempo você gasta em cada tarefa) e Tomato-timer (utiliza o método Pomodoro, alternando horas de trabalho e descanso numa combinação feita para você alcançar o topo da produtividade.

Lembre-se: somos seres de hábitos. Os nossos hábitos contam muito mais sobre nós do que o que fazemos deliberadamente.

DUIMP: Saiba tudo sobre essa nova obrigação acessória

A Declaração Única de Importação Duimp – entrou em vigor no último mês de outubro, marcando o início de um novo processo de importação. As alterações propostas pela Duimp incluem mudanças administrativas e procedimentais capazes de tornar todo o processo muito mais rápido e eficiente. Continue reading “DUIMP: Saiba tudo sobre essa nova obrigação acessória”