Ícone do site Blog Mainô

Como Importar iPhone: a realidade

Atualmente, cada vez mais as pessoas buscam smartphones de última geração, com as principais inovações e recursos tecnológicos disponíveis. Nesse cenário, podemos enquadrar uma série de modelos e marcas que são muito populares entre os consumidores, mas nenhuma tão popular quanto o iPhone e a Apple.

Verdade seja dita, os dispositivos da Apple são mundialmente reconhecidos pela sua qualidade, pela experiência que proporcionam aos seus clientes e pela própria força da marca. Ainda que possuam preços mais elevados do que os aparelhos top de linha das outras marcas, como a Samsung, o iPhone possui uma legião de consumidores que não abre mão do aparelho.

No entanto, no Brasil, os elevados preços do iPhone revendido nas grandes lojas podem limitar o acesso de parte desse público, abrindo uma possibilidade de negócio bem interessante: importar iPhone, seja para revenda ou para uso próprio. 

À primeira vista, importar iPhone pode parecer algo complexo, com seus impostos e trâmites burocráticos. Muitos se questionam: vale mesmo a pena? Mas, entendendo como funciona, o processo pode ser bem mais tranquilo do que se imagina. Então confira nosso artigo, conheça os principais pontos sobre como importar iPhone e avalie as suas possibilidades de negócio.

      Importar iPhone: Tudo o que você precisa saber
      Importação estratégica: estude o mercado
      Veja mais sobre como importar!

Importar iPhone: Tudo o que você precisa saber

Em primeiro lugar, é importante saber qual o seu objetivo com a importação: consumo próprio ou revenda? Falaremos aqui primeiro sobre como fazer a importação de iPhone para revenda.

Se o seu objetivo é fazer da revenda de iPhone um negócio lucrativo, é importante que você consiga adquirir os produtos pelo menor custo possível, considerando os custos logísticos e alfandegários envolvidos no processo. Dessa forma, você poderá não só ganhar competitividade no mercado doméstico, como fazer da importação de iPhones uma oportunidade comercial sustentável para a sua empresa.

O primeiro passo do processo é definir de quem você irá importar, isto é, de qual loja você fará a compra. A opção mais óbvia seria comprar do próprio fabricante, isto é, a Apple. É possível entrar em contato com a central de atendimento para verificar essa possibilidade, no entanto, a Apple é mais restritiva na seleção de seus distribuidores, então, se você está começando agora, esse não será um caminho fácil para você. 

Logo, é preciso que você realize a compra de outros fornecedores do dispositivo. Uma forma amplamente conhecida é fazer uso da plataforma Ebay, comprando diretamente de um revendedor americano. Você também pode optar por outras plataformas de marketplace ou lojas americanas, mas buscar uma empresa de redirecionamento de encomendas pode ser uma boa estratégia para reduzir seus custos logísticos. 

As empresas de redirecionamento atuam disponibilizando um endereço americano para as suas compras da loja e depois redirecionando a sua compra para o Brasil, possibilitando que os custos de frete dentro dos EUA sejam reduzidos ou até mesmo zerados

Vale ressaltar que o iPhone e demais dispositivos eletrônicos estão sujeitos à taxação alfandegária, resultando no recolhimento de impostos, como o imposto de importação. Por isso, é importante fazer o cálculo do custo final do produto, acrescentando o percentual de lucro que você deseja, de forma a verificar se o preço final é competitivo dentro do mercado doméstico, justificando o seu investimento.

Se o seu objetivo for importar para consumo próprio, a lógica é a mesma. Busque uma loja confiável, por meio de pesquisa prévia, e analise o imposto que será cobrado mais o IOF da compra internacional (caso você opte também por usar uma empresa de redirecionamento, o serviço de pagamento dela poderá ser no próprio Brasil, reduzindo o percentual do IOF). 

Outra opção, independente se você deseja revender ou consumir, é buscar empresas que operem como intermediárias nesse processo, distribuindo os aparelhos para empresas brasileiras. É possível encontrar esses distribuidores fazendo uma breve pesquisa na internet, mas a dica de verificar a sua confiabilidade se mantém.

Importação estratégica: estude o mercado

Como já mencionamos, o iPhone é um produto muito popular no Brasil. Por mais que seu consumo no mercado brasileiro já seja consolidado, ainda assim é importante que você realize um estudo de mercado para saber quais modelos do smartphone você deve importar.

No momento, encontramos no mercado diversos tipos de iPhone, dentre eles os mais recentes: 7, 7 Plus, 8, 8 Plus, X, XR, XS, XS Max, 11, 11 Pro, 11 Pro Max. Diante dessa diversidade, uma boa pergunta a se fazer é: qual ou quais são os modelos de iPhone mais vendidos no Brasil? No momento, o iPhone mais vendido no Brasil é iPhone 11, enquanto no mundo o smartphone mais vendido em 2021 foi o iPhone 12. Essa comparação já mostra a importância de olhar não só para os últimos lançamentos, mas, principalmente, para as tendências do mercado em que você irá atuar. 

No Brasil, a Apple ocupa a posição de 2ª marca de smartphones mais vendidos, perdendo apenas para a Samsung cujos dispositivos são, no geral, mais baratos. Outros iPhones populares no país são os iPhone 8 e 7, então, é uma boa pedida tê-los em estoque também. Essa pesquisa de mercado é importante para que você não invista em um modelo muito antiquado, que fique encalhado em seu estoque, ou em um modelo muito caro, acessível a um público restrito (como no momento é o caso do iPhone 12). Por isso, tenha sempre em mente qual o seu público e qual o modelo mais procurado por ele.

Além do próprio iPhone, pode ser uma boa oportunidade a venda de acessórios específicos para esses dispositivos. Vender capas, carregadores, cabos, fones de ouvido, dentre outros, pode diversificar o seu portfólio de produtos sem tirar o foco da revenda dos dispositivos, além de ser uma boa estratégia para fidelizar os seus clientes.

Veja mais sobre como importar!

É novo no mundo das importações? Quer saber mais sobre como importar? Então conheça os conteúdos do nosso blog. A importação e o comércio exterior podem ser uma excelente escolha estratégica para o desenvolvimento da sua empresa, por isso, informe-se conosco e aprenda mais sobre como internacionalizar os seus negócios!

Sair da versão mobile