Dicas do CEO: E se a empresa se tornar maior que o empreendedor?

Tempo de Leitura 2 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Olá !

No post de hoje quero compartilhar uma importante lição que aprendi numa reunião com um importante diretor de um órgão público. Por motivos óbvios, não revelarei o nome das pessoas. Esse diretor me contou a história de seu pai, um empreendedor.

No início da década de 60 o conceito de assistência técnica autorizada não existia no Brasil. O pai desse meu conhecido, que chamarei aqui de João, foi um dos primeiros a identificar essa oportunidade. Com o crescimento do número de televisores no Brasil, era uma iminente oportunidade.

Demonstrando um exímio faro para negócios, o empreendedor, um excelente técnico, montou uma das primeiras autorizadas do Brasil. E deu muito certo. O negócio logo prosperou. Ele soube identificar uma excelente oportunidade. Durante aproximados 10 anos o negócio foi uma importante fonte de renda para sua família, mantendo-os em um estilo de vida muito acima da média. Foram tempos de vacas rechonchudas. 

Entretanto, aos poucos a concorrência começou a aparecer. E aos poucos, esse empreendedor começou a perder mercado. Após 10 anos de fundação, foi obrigado a fechar a empresa no vermelho e vendeu seu negócio por um valor simplório.

O que deu errado?

Ao relatar a história, seu filho descreveu um pecado capital desse empreendedor, que me remeteu a este artigo que escrevi há alguns meses: ele era um empreendedor com mentalidade lifestyle business. Empreendedores com essa mentalidade tem o objetivo exclusivo de sustentar um determinado nível de renda e desfrutar de um estilo de vida. Esse tipo de empresa se caracteriza por distribuir seus lucros entre os sócios e reinvestir pouco ou nenhum capital. Muitas vezes os próprios sócios executam o trabalho operacional.

E foi exatamente isso que aconteceu. Ele soube identificar uma excelente oportunidade, mas em algum momento o negócio se tornou maior que o empreendedor. Ele não se preocupou em melhorar a gestão de seu negócio, simplesmente porque tinha uma mentalidade lifestyle, e não uma mentalidade Scale Up.

Empreendedores com mentalidade de crescimento tem uma preocupação, desde o início, com escalabilidade. Sonham grande. Geralmente se caracterizam por pouca ou nenhuma divisão de lucros. Os sócios de uma Scale Up buscam assumir cada vez mais um papel estratégico e menos operacional, ainda que, num primeiro momento, isso comprometa seu próprio bolso.

Se você tem um negócio, prepare-se para dar certo. Faça frequentemente o exercício de pensar na próxima fase do seu o negócio.

“E se isso der certo, quais habilidades vou precisar diante desse novo cenário?”

Certamente isso encurtará seu caminho e fará de você um empreendedor mais preparado para os desafios empresariais.

Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of

Obrigado por se cadastrar!