Mercado de trabalho: qual o perfil dos profissionais de comex?

Tempo de Leitura 4 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O profissional de comércio exterior, trabalha diretamente envolvido com as operações de compra e venda de matéria-prima, insumos ou produtos, comercializados entre os países. 

Além dos profundos conhecimentos nos procedimentos ligados à legislação, regras e acordos internacionais, o novo profissional de comex, precisa estar atento a outras habilidades que fazem parte do novo normal, para atender plenamente às necessidades da sua empresa e/ou dos seus clientes. 

Neste artigo vamos abordar o panorama do mercado de trabalho no comércio exterior. Oportunidades e desafios que o profissional precisa desenvolver para crescer no mercado. E também, entender o caminho que os novos profissionais da área, devem trilhar, para obter sucesso em sua jornada. Confira o artigo completo!

Afinal, o que é o “Comex”?

O Comércio Exterior, ou popularmente conhecido como comex, é a troca de bens e serviço, entre os países. Em suma, essas transações auxiliam no crescimento da economia, uma vez que na maioria dos países, ela representa uma grande parte do PIB.

Essas operações são concretizadas através de importações ou exportação de produtos, matéria-prima ou insumos de fabricação. Para que isso funcione com a devida regularidade, existem leis e acordos comerciais internacionais, como os incorterms, que regem todas as transações. Cada país é responsável por desenvolvê-las, para atender as demandas e interesses próprios. Para que seja benéfico para ambas as partes, acontecem negociações visando alcançar a melhor opção de compra. 

Os profissionais de comércio exterior, lidam diretamente com os processos, e das questões tributárias, financeiras, administrativas, comerciais e aduaneiras. Por isso, eles têm um papel chave no sucesso das empresas que atuam no setor. Se tratando do Brasil, o excesso de burocracias e complexidades operacionais, dão ao profissional, ainda mais espaço para resolver problemas que empresas e clientes não querem solucionar. Eis então, uma demanda enorme de oportunidades.

Quais habilidades são necessárias para o profissional de comércio exterior

A profissão em si, exige conhecimentos profundos em Direito e Legislação, Economia e Administração, por exemplo. Porém existem profissionais de diversas áreas que obtiveram especializações, e com muito suor e prática, desenvolvem seu trabalho no setor.

Além disso, para que o profissional consiga compreender as documentações, contratos internacionais e negociar com compradores e fornecedores, ter fluência em outro idioma é crucial, e pode se dizer obrigatório!

Ter um senso analítico, lidar com organização e com números, podem fazer parte dos “drives” profissionais, de quem deseja se desenvolver na área.

O diferencial: tecnologia

Um diferencial enorme, para o novo profissional do setor de comex, é ter um foco em buscar soluções tecnológicas para os seus processos. O profissional precisa ser ágil e consultivo, resolvendo problemas internos da organização, ou o mesmo, se prestar serviços para empresas do setor.

Por conta da burocracia que envolvem essas operações, profissionais perdiam muito tempo com tarefas repetitivas e demoradas. No entanto, com as novas soluções, como o sistema de gestão da Mainô, tarefas simples como emitir uma nota fiscal de importação, que demorava dias, hoje, dura apenas 2 minutos.

Um sistema como esse, reduz significativamente os custos da empresa, evita falhas humanas, como as multas por erros fiscais, além de integrar todas as informações referente às operações. Mas ele é otimizado, quando os profissionais, o utilizam para ganhar vantagem competitiva, ocupando posições mais estratégicas e menos operacionais.

Se o profissional não se manter por dentro das novas tendências que o ajudam a otimizar suas tarefas, ele corre um sério risco de perder uma vantagem competitiva, em vista dos seus concorrentes

Powered by Rock Convert

Pesquisa “Perfil do Profissional de Comércio Exterior”

O “Mulheres no Comex”, um hub onde estão reunidas importantes profissionais do comércio exterior, realizou uma pesquisa profunda sobre o cenário do comércio exterior, a nível de entender mais do perfil dos profissionais e os seus desafios.

Nesta pesquisa, encontramos dados concretos sobre os mais diversos aspectos sobre o perfil atual dos profissionais de comex. Dentre eles destacamos:

Perfil de profissionais do comércio exterior por gênero:

Pesquisa "Perfil do profissional de comércio exterior" - Gênero

Tempo de atuação na área e renda:

Pesquisa "Perfil do profissional de comércio exterior" - renda

Atuação por cargo, atuação e área:

Pesquisa "Perfil do profissional de comércio exterior" - Cargo e segmento.

Principais desafios:

Pesquisa "Perfil do profissional de comércio exterior" - Desafios

Pontos importantes:

Pontos importantes da pesquisa

Você pode visualizar a “Pesquisa Perfil do Profissional de Comércio Exterior” completa, através deste link! Conheça também, as atividades do Mulheres no Comex”, iniciativa da empresária Monnike Garcia, que além de assessorar pequenas e médias empresas do setor, realizou a pesquisa com mais de 100 profissionais do comércio exterior em diferentes estados.

As atuações do profissional de comex no Comércio Exterior

Uma das maiores dúvidas para os iniciantes é: onde o profissional formado no curso de Comércio Exterior pode trabalhar?

Dentre as principais ocupações estão o comércio,  indústrias,  instituições financeiras, empresas de logística ou ocupar cargos públicos nas secretarias municipais e estaduais, ministérios e órgãos federais.

A área possui um amplo campo de atuação. Após formados, os profissionais podem trabalhar com:

  • análise: atuando como intermediários para fechamento de contratos de compra ou venda com empresas de outros países, conforme a legislação vigente;
  • agenciamento de carga: realizando a contratação de frete e seguro internacional, além de acompanhar o embarque e desembarque dos produtos;
  • consultoria: prestando auxílio a empresas de pequeno e médio porte, no que diz respeito às negociações internacionais;
  • cotação: realizando a cotação de moedas estrangeiras e de mercadorias;
  • gestão: desenvolvendo estudos para determinar os melhores mercados com os quais se deseja operar, elaborando metas e objetivos de exportação;
  • logística: determinando como serão transportados os produtos e analisando o custo efetivo e o tempo de entrega;
  • marketing internacional: fazendo a avaliação do mercado e adaptando as mercadorias conforme a cultura local para onde o produto brasileiro será enviado.

Conclusões:

Entendemos que o setor do comércio exterior está em crescimento, mesmo após a crise que vivenciamos. Consequentemente, a demanda de profissionais que possuam as habilidades necessárias, como, resolução de problemas, atento às novas tecnologias e conhecimento profundo sobre processos pertinentes às operações de comex, terão vantagem frente a profissionais que ainda não entenderam para onde o setor de comércio exterior está indo e quais são as oportunidades.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Ebook incoterms 2020Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Obrigado por se cadastrar!