Controle por lote e validade: qual a importância para a sua empresa

O Controle por lote e validade proporciona gerenciamento e segurança para distribuidores de diversos setores. Seja em setores como o de cosméticos, tecnologia, alimentos, medicamentos ou qualquer outro que atue com produtos perecíveis.

O sistema de gestão Mainô, otimiza toda a gestão do estoque, mesmo que tudo esteja desorganizado, pra você controlar de forma automática através de um sistema totalmente integrado. Leia o artigo até o final e confira dicas práticas para a sua empresa de distribuição.

Controle de estoque: qual o impacto no seu negócio

Dentro de qualquer distribuidora o controle de estoque é algo indispensável. Ter controle dos seus produtos desde a chegada dos suprimentos, a entrada no estoque e armazenamento, é eliminar um grande problema que a maioria das empresas de distribuição enfrenta. Ter um olhar sobre toda a operação garante que você consiga gerenciar as mercadorias evitando desperdícios.

O controle de estoque é apenas o início de uma gestão eficaz. Existem outros pontos que também precisam de muita atenção. Desde o seu fornecedor a entrega e também a experiência do cliente como um todo. No entanto, se a sua operação logística é ruim, pode gerar a falta ou excesso  de produtos no estoque, causando impacto direto nas suas vendas. Isso nós sabemos que é um péssimo sinal para o seu negócio. 

O que é e como funciona um lote

De forma simplista, em logística, um lote é qualquer remessa composta por várias unidades de um mesmo item de suprimento. Esse lote é formado por produtos com o mesmo prazo de validade e, consequentemente, código de barras iguais.

Normalmente, para se ter um controle e rastreabilidade ainda maior, você também pode identificar cada item com um número de série. O benefício disso é que na distribuição de produtos eletrônicos, por exemplo, este controle permite descobrir quais peças foram usadas em cada um dos aparelhos e, gerenciar as garantias junto ao fabricante e até trocas por defeitos recorrentes em um lote específico.

funcionário efetuando controle por lote e validade no estoque

Controle por lote e validade: benefícios da gestão de estoque

Existem diversos tipos de movimentações de estoque. Seguir boas práticas refletirá em benefícios diretos, como evitar o desperdício de produtos perecíveis. Regras como FIFO, LIFO e FEFO garantem um padrão nessas movimentações. Além de tudo, você diminui os riscos existentes na operação como manter produtos obsoletos ou  avariados. Atentar para estes detalhes melhora a qualidade da sua gestão de estoque de forma geral.

Controle por lote e validade: sistemas de gestão ajudam?

Se no seu negócio de distribuição você ainda não possui um ERP para gerenciar a sua operação  de forma automatizada, você está deixando seu dinheiro na mesa!

Com um software de gestão, você pode garantir um controle de estoque por lote e validade de forma segura, eficiente e totalmente automatizada. Além de ter uma visão completa da sua empresa, você terá de forma integrada seu estoque,  financeiro e vendas. Consequentemente, evitará multas e complicações com o fisco e com órgãos regulamentadores. 

Automação no controle por lote e validade

Realizar o controle por lote e validade de forma manual pode ser muito trabalhoso e você sabe disso. Sempre fica uma sensação de que os seus relatórios de estoque nunca estão batendo. No entanto, essa não precisa ser a sua realidade! Com o Mainô você terá um sistema robusto pronto para atender as demandas da sua empresa de distribuição.

Com o Mainô você terá:

  • Controle do estoque por número de lote e validade
    permitindo o acompanhamento de todos os movimentos realizados pelo produto por entrada e saída. Por exemplo: compra de composição de estoque e saída para remessas e vendas;
  • Rastreabilidade do produto pelo seu número de lote e validade ou série:
    Você conecta todas as informações referente aos produtos em toda a cadeia de suprimento. Agilidade e segurança em casos de recall por exemplo;
  • Relatórios a poucos cliques, extraindo em planilhas toda a movimentação;
  • Integração com todas as áreas da empresa, inclusive o setor financeiro, compras e vendas.

Suas obrigações de forma automatizada

Além de tudo isso, as novas demandas dos órgãos reguladores obrigam diversos setores a exporem as informações de rastreabilidade dos produtos. No software Mainô, você pode cadastrar de forma simples os dados de lote, datas de fabricação, produção e validade, atendendo a todas estas obrigatoriedades.

Se você deseja otimizar toda a gestão do estoque, mesmo que tudo esteja desorganizado, pra você controlar de forma automática e 100% integrada, fale com nossos especialistas e conheça a solução definitiva de controle por lote e validade para o seu negócio de distribuição.

Rastreamento de entrega: descubra por que ele é essencial

Rastreamento de entrega descubra por que ele é essencial

O rastreamento de entrega ajuda a melhorar a relação da empresa com o cliente, conquistando a sua lealdade e melhorando a reputação da marca.

Além disso, essa ferramenta permite um maior controle do status dos pedidos, diminui o volume de chamadas para o SAC da empresa e ajuda a melhorar o procedimento de logística reversa. Muitos benefícios, não é mesmo?

Quer saber mais sobre o assunto? A seguir explicaremos melhor por que o rastreamento de entrega é essencial para o sucesso da empresa. Vamos lá? Acompanhe!

6 Motivos para apostar no rastreamento de entrega

1. Mais controle sobre o status dos pedidos

Como você sabe, após fazer uma compra o cliente fica ansioso para receber a caixinha com os produtos que escolheu.

A rastreabilidade de entrega permite que o comprador acompanhe o pedido, o que o deixará mais seguro ao verificar que a entrega será feita no prazo combinado. O rastreamento é ainda mais importante no caso de produtos importados, já que ao comprar fora do Brasil o cliente fica ainda mais tenso do que quando faz compras em sites nacionais.

A rastreabilidade fará com que a sua empresa pareça mais profissional, o que garantirá que os clientes voltem ao seu site para fazer mais compras: de fato, pessoas consideradas ansiosas gostam desse mecanismo e esse tipo de comprador é bastante fiel.

2. Reduz as reclamações no SAC da empresa

O rastreamento de entrega diminui consideravelmente o número de reclamações no SAC da empresa. Como você sabe, a maioria das ligações para esse setor ocorre para saber o status da entrega e muitas vezes, após ser informado, o cliente encerra a ligação insatisfeito.

Isso ocorre por que muitas vezes as lojas não sabem onde o pedido realmente está em um determinado momento, uma vez que as informações não são transmitidas com frequência e os pontos de controle não são suficientes para localizar a compra. Tudo isso pode minar a imagem da empresa.

3. Permite que os clientes planejem a entrega

A vida é muito mais fácil quando é mais conveniente, não é mesmo? O rastreamento de entrega permite que o cliente acompanhe o passo a passo da entrega, permitindo que planeje o seu dia com calma.

De acordo com um estudo da UPS, clientes que compram online desejam saber o dia e o horário que o pedido chegará, pois isso que facilita o recebimento da caixinha.

Rastreamento de entrega: descubra por que ele é essencial

4. Garante relatórios detalhados 

Registrar e documentar pedidos e as entregas é essencial para o sucesso do atendimento ao cliente de uma empresa.

O rastreamento de entrega permite verificar, em tempo real, onde está o pedido, o que evita confusões e agiliza o processo de envio.

5. Evita reentregas

A reentrega é um problema muito comum quando o assunto é entrega de pedidos. No entanto, isso pode deixar o cliente frustrado e gerar custos extras para a empresa, principalmente no caso de produtos importados.

Tudo muda quando a empresa aposta no rastreamento de entrega: quando o cliente sabe quando o pedido irá chegar se prepara para recebê-lo. Já quando o comprador não sabe exatamente quando irá receber a sua encomenda, pode acabar perdendo por alguns minutos o horário da entrega de um produto que estava aguardando há dias.

Notificar o comprador do horário que o produto irá chegar resolve esse problema e evita que o comprador espere inutilmente pela entrega.

Além disso, o rastreamento de entrega permite comunicar possíveis atrasos, o que passa confiança e mostra que a empresa se preocupa em avisar os clientes sobre eventuais imprevistos. E como você sabe, clientes satisfeitos são muito mais propensos a voltarem a comprar da sua empresa.

6. Melhora a logística reversa

Em média, entre 2% e 5% das vendas do comércio eletrônico são devolvidas pelos clientes. Claro, a obrigação de coletar a mercadoria é da empresa. Isso faz com que todo o processo de logística reversa seja responsabilidade da loja. É importante observar que esse procedimento também faz parte da jornada de compras do cliente.

Os compradores devolvem um produto por muitos motivos como a insatisfação com o serviço, avarias e arrependimento. Seja qual for o motivo, caso seja preciso repor um produto, a nova entrega deve ser feita o mais rápido possível.

Muitas empresas acabam negligenciando esse processo e, por deixarem os clientes insatisfeitos, acabam o perdendo para sempre. Pior que isso, muitos desses consumidores acabam abrindo reclamações em sites da internet, o que macula ainda mais a imagem da empresa.

O rastreamento da entrega torna esse processo mais transparente e faz com que o clientes compre sem medo de não conseguirem receber o pedido na data agendada no momento da compra.

Quer saber mais sobre o rastreamento de entrega? Então deixe um comentário e compartilhe com a gente e com os demais leitores a sua opinião sobre o assunto!

Gestão de estoque: 9 conceitos práticos para seu negócio

Gestão de estoque

Profissional efetuando a gestão de estoque

Toda empresa necessita de uma boa gestão em relação aos seus departamentos, sendo assim, o estoque é praticamente o protagonista e é considerado por muitos “pulmão das organizações”, principalmente as ligadas à distribuição de produtos. O risco existente nas operações são gigantescos, podendo ser observados em situações que façam o produto se tornar obsoletos ou então sofrido algum tipo de avarias/perdas.

A prática de gestão de estoque está ligada a uma série de preocupações, que para controlar são necessárias medidas de avaliação com base em indicadores e métricas para ajudar a ajustar comportamentos que tragam qualquer tipo de danos para os produtos e dessa forma, não ter a chance de forçar o descarte. Segundo Ronald Ballou, “A escolha de uma boa estratégia de logística exige o emprego de grande parte dos mesmos processos criativos inerentes ao desenvolvimento de uma boa estratégia corporativa. Abordagens inovadoras de estratégia de logística podem proporcionar vantagens competitivas”.

Como melhorar a minha gestão de estoque de forma inteligente?

As buscas incessantes de melhoria para o processo de aprimoramento e gestão são automaticamente convertidos em benefícios, barateando o manuseio dos produtos e conduzindo as operações de vendas ao consumidor final, com um preço bem mais justo e competitivo, fazendo com que a empresa se torne uma grande vitrine atraindo diversas novas possibilidades de negócio e tendo a condição fazer cotações em maior escala com preços palpáveis, aumentando o giro de estoque e uma nova demanda atendendo cada vez mais clientes.

Dos maiores distribuidores aos menores, vale ressaltar o cuidado com as condições de acomodação dos produtos, pois muitos deles possuem prazos de validade ou até mesmo, uma fragilidade maior aos outros. A estrutura a ser utilizada pela empresa, deve ser de acordo com produto que pretende trabalhar, ou então estar preparado para acomodar qualquer tipo de produto, como por exemplo: 

 

  • Medicamentos, alguns tipos de alimentos, e até mesmo sorvete devem ser acomodados dentro de câmaras frias com controle de temperatura. 

 

  • Produtos com prazo de validade, devem ser acomodados de forma ágil e que facilite a saída de acordo com FIFO (Primeiro que entra, primeiro que saí), para que o controle seja impecável evitando rupturas no estoque por mercadorias vencidas.

 

Existem vários métodos, conceitos e práticas para gestão de estoque que resolvem as problemáticas do dia a dia, fazendo com que a empresa tenha cada vez mais qualidade em seus serviços e produtos, vou falar sobre algumas práticas e como elas geram impactos com base em um bom controle.

Conheça as 9 melhores práticas na gestão de estoque intelingente

Curva ABC:

É conhecido como análise ou conceito de Pareto, tem por objetivo criar categorias para os produtos correlacionando a um grau de importância dentro do estoque, dividindo em três partes estabelecendo assim a importância de 80% como A, 20% como B e C. Com essa análise, fica bem claro qual o produto tem mais valor agregado em estoque, não somente por preço de venda e sim por maior movimento, dando o entendimento que é imprescindível a existência deles no estoque. Todos os outros produtos, tem sua parcela de importância também e é importante tê-los, pois de certa forma, seus clientes compram eles.

Diagrama de Ishikawa:

Conhecido com espinha de peixe, esse método é muito útil para identificar problemas dentro dos processos adotados pela empresa, ele tem como premissa a organização das informações e para identificar as causas e efeitos durantes as atividades.

Previsão de demanda:

Esse método tem como base a previsão de atendimento ao seu mercado, fazendo com que você consiga ter uma base das quantidades necessárias para atender seus clientes, evitando compras emergenciais que aumentam muito os custos com as operações. Pode ser utilizado para prever as compras futuras de um produto ou então de todos estoque, sendo separadas em alguns métodos diferentes, sendo eles: Período Sazonal, Suavização Exponencial, Média Móvel.

Período Sazonal

Essa previsão é voltada para empresas que seu negócio seja extremamente sazonal adotando a análise diretamente referente ao período de crescimento ou declínio da demanda de anos anteriores para serem usados como base.

Suavização Exponencial

A única diferença entre a suavização e a média é que para calcular, será adicionado um peso para o período levado em consideração, por exemplo: a avaliação feita com base nos últimos anos terá menos peso que a dos últimos meses.

Média Móvel

Para utilizar esse tipo de previsão, é necessário ter conhecimento sobre sua demanda e identificar se existe variação na execução das vendas. Sendo a demanda variável, pode ser feita a média móvel com base nos três últimos meses ou anos para projetar o próximo período.

Giro de estoque: qual a importância na gestão de estoque?

O Giro de estoque tem por sua característica, trazer dados como quantas vezes o produto ou estoque teve necessidade de reposição, auxiliando no entendimento das futuras compras e ele pode ser alinhado a curva ABC, e deve ser realizado após o inventário, para que você consiga dados consolidados. Saber sobre o movimento que o seu produto está fazendo é fundamental para o gerenciamento do estoque.

FIFO e LIFO:

Nacionalmente conhecidos como PEPS (Primeiro que entra, primeiro que sai) e UEPS (Último que entra, primeiro que sai), esses métodos podem ser utilizados de diferentes formas baseado na necessidade de agilidade do fluxo do estoque ou até mesmo fora dele. Um bom exemplo de como utilizá-los, é da seguinte forma:

PEPS

Produtos que tem maior saída do estoque, sempre devem ser primeiro nas partes iniciais ou intermediárias do estoque e mantém assim, uma busca sempre pelo mais antigo em estoque para que ele tenha uma saída imediata.

UEPS

Pode ser facilmente aplicado na parte de transporte, onde a mercadoria que vai sair por última, é acomodada primeiro dentro do veículo.

Esses são alguns métodos que certamente vão ajudar na sua prática de gestão de estoque, fazendo com que os custos sejam reduzidos, evitando rupturas e compras desnecessárias, maximizando os lucros e melhor fluxo de trabalho.

Se você deseja se aprofundar ainda mais neste assunto nós temos um Guia de gestão de estoque gratuito para para Distribuidoras, Indústrias e Importadoras, com algumas dicas que podem melhorar ainda mais o controle de estoque da sua empresa.