Picking: o que é e como ele pode melhorar a logística

O Picking é uma metodologia que facilita a localização e a coleta de produtos no estoque de uma empresa depois que uma venda é feita. Uma boa estratégia de Picking deve reduzir o tempo gasto na localização e envio dos produtos para o cliente final.

O número e a classificação de produtos por pedido também definem uma estratégia de Picking eficiente.

Existem diferentes modalidades de Picking que podem ser aplicadas na sua empresa. Mas qual escolher? É o que você vai descobrir agora! Acompanhe!

Picking discreto

Nessa metodologia cada operador fica responsável por apenas um pedido por vez e a coleta também é feita individualmente. É um método bastante lento e exige amplos deslocamentos.

No entanto, o Picking discreto reduz muito os erros durante o processo, uma vez que existe uma única ordem de serviço para cada produto coletado.

Picking por lote

É o método aplicado na maioria das empresas. Envolve uma área de armazenamento, um sistema de manuseio de material e uma área para expedição e coleta. Nessa modalidade os pedidos são coletados por lotes de mercadorias e cada funcionário precisa retirar certa quantidade de cada item para suprir todos os pedidos sob sua responsabilidade.

Funciona melhor em depósitos que apresentam baixa diversidade de produtos e é um método que gera poucos erros.

Bucket brigades

O bucket brigades é um processo que busca compensar a diferença de produtividade entre os funcionários de um depósito e para isso, as tarefas são realizadas de forma sucessiva, como em uma linha de produção.

É um modelo que exige menos planejamento e menos controle por parte da administração da empresa.

Picking por onda

É um misto dos modelos por zona e por lote, em que todas as zonas são coletadas ao mesmo tempo em turnos de revezamento e separados em pedidos individuais na área de consolidação. É muito eficiente, rápido e gera a diminuição de erros.

Picking por zona

Nesse método a área total do depósito é organizada de modo que haja várias zonas de picking, atribuídas a diferentes funcionários. Quando o pedido chega, o responsável pelo setor encaminha o pedido até um local específico, onde o pedido será conferido e finalizado.

Esse modelo permite a redução do tempo de deslocamento, no entanto, para que funcione bem é preciso observar se existem setores onde os funcionários estão ociosos e setores onde os funcionários estão sobrecarregados. E, se for o caso, fazer os ajustes necessários para que todos as zonas apresentem a mesma demanda.

Qual modelo Picking é o ideal para a minha empresa?

Toda empresa é única e uma solução de coleta de pedidos pode ser adequada a um negócio. Também é preciso analisar se o número de funcionários da sua empresa é suficiente para implantar o modelo pretendido.

A escolha de um sistema ideal para a sua empresa depende de vários requisitos, como custo, complexidade, número de pedidos atendidos e tamanho dos produtos vendidos. A determinação de todos esses requisitos garantirá que a solução mais eficiente seja selecionada.

Qual modelo de Picking é usado na sua empresa? Comente aqui!