Cancelamento de nota fiscal após 24 horas

O cancelamento de nota fiscal é um assunto que desperta muitas dúvidas nos empreendedores. Qual é o procedimento correto a ser adotado quando uma nota fiscal é emitida com informações equivocadas? Existe um prazo para que seja feito esse cancelamento?

Mesmo com toda a comodidade proporcionada pela nota fiscal eletrônica, nenhuma empresa está livre dos equívocos no momento do preenchimento das informações. Entretanto, é importante estar atento ao prazo de 24 horas para o cancelamento de nota fiscal nessas situações – caso contrário, será preciso solicitar à Receita Federal o cancelamento fora de prazo.

Neste artigo veremos como funciona o cancelamento de nota fiscal após 24 horas. Confira.

Principais situações para o cancelamento de nota fiscal

A nota fiscal é um documento que serve de comprovação em relação às movimentações financeiras realizadas por uma empresa perante o poder público. É por essa razão que é tão importante que todos os dados estejam preenchidos corretamente de acordo com a operação que realmente ocorreu.

A necessidade do cancelamento de nota fiscal pode ter origem em diversas pequenas falhas que comprometem a fidedignidade das informações:

  • Erro das informações básicas da sua empresa – como o CNPJ.
  • Informações equivocadas sobre o cliente.
  • Produtos destacados de maneira incorreta.
  • Falhas nos cálculos dos tributos.
  • Desistência ou alteração do negócio.
  • Outros erros de digitação.

Como funciona o cancelamento da NF após 24 horas?

Caso tenha passado o prazo de 24 horas após a emissão do documento, não é mais possível fazer o cancelamento de nota fiscal sem a aplicação de uma penalidade. Nessas situações, a operação é passível de multa aplicada pela Receita Federal.

Para que essa operação ocorra, é preciso que o contador realize um cancelamento extemporâneo – que é a transferência que a contabilidade faz, sendo necessário ir até a Sefaz e pagar uma taxa para que seja liberado o cancelamento de nota fiscal.

Para evitar esse processo, muitas empresas optam por outras alternativas em vez de realizar o cancelamento da nota fiscal:

  • Inutilização da nota fiscal, nos casos em que a numeração ainda não tenha sido adotada em nenhuma NF-e.
  • Devolução, que é a emissão de outro documento fiscal informando a devolução dos produtos vendidos.
  • Estorno, que consiste na devolução das mercadorias ao estoque junto com o imposto destacado. Nesses casos, é necessário que seja anexada uma declaração junto à nota de estorno com uma explicação e assinatura do destinatário.
  • Complemento, que é uma nota fiscal que complementa as informações incorretas da nota fiscal emitida.
  • Carta de correção, para erros de preenchimento que não tenham a ver com valores, impostos ou informações do destinatário.

Nota complementar: uma alternativa para o cancelamento

Imagine que você tenha emitido uma nota fiscal com informações equivocadas de ICMS sobre a venda. Em vez de fazer o cancelamento de nota fiscal, você pode simplesmente emitir uma nota fiscal complementar para que seja recolhido o valor devido ao Fisco.

Para a emissão de uma nota fiscal complementar basta que você insira as informações das operações que constam na nota fiscal a ser complementada e preencha a observação: nota Complementar para acerto da nota fiscal. Esse procedimento fica ainda mais fácil quando você utiliza um sistema de gestão que facilita a gestão fiscal e emissão de notas fiscais – como o Traxo.

Você já conhecia essa alternativa para o cancelamento da nota fiscal após 24 horas? Gostaria de conhecer melhor o sistema de emissão de NF-e do Traxo? Então visite o nosso website!

Nota Fiscal Complementar de ICMS: Como fazer?

Embora tenha sido implantada há algum tempo, muitos procedimentos relacionados a emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) ainda geram dúvidas, como por exemplo, a Nota Fiscal Complementar. É comum no dia da dia das empresas, algumas situações de emissão de nota fiscal gerarem dúvidas ou mesmo erros. Alguns erros que não implicam em alteração de valores podem ser tratados apenas emitindo uma Carta de Correção. Entretanto, no caso de erros em valores de mercadorias ou impostos a menor, a Nota Fiscal Complementar pode ser a saída.

Por ser um dos impostos mais complexos que existem (no mundo), é relativamente comum existirem erros no cálculo do ICMS ao se confeccionar uma NF-e. Pensando nisso, o objetivo desse artigo é trazer informações sobre como emitir a Nota Fiscal Complementar de ICMS da forma correta.

O que é Nota Fiscal Complementar?

Trata-se de um documento fiscal que é emitido quando é necessário realizar ajustes no ICMS decorrente de mudanças existentes nos valores da operação. É importante ressaltar que, nesses casos, não é possível corrigir os dados através de carta de correção. Ela só admite a mudança das seguintes informações, dentre outras:

  • CFOP (Natureza da Operação) – desde que a natureza dos impostos a recolher continue a mesma.
  • Código de Situação Tributária – para os casos em que valores fiscais não são modificados.
  • Data da emissão da NF-e ou Data de Saída – desde que o período de apuração do ICMS não seja alterado.
  • Quantidade ou peso de volume.
  • Informações sobre o transportador.

Quando emitir esse documento?

As situações que ensejam a emissão de uma Nota Fiscal Complementar de ICMS são as seguintes:

  • Preço reajustado em virtude de circunstâncias que aumentem o montante original da operação ou prestação de serviço. Exemplo disso são mudanças em contratos escritos.
  • Quando se emite documento fiscal com preço menor do que o devido ou é informada quantidade errada, para se regularizar a operação ou prestação.
  • Ao realizar exportação, nos casos em que o valor resultante do contrato cambial acarretar acréscimo ao valor da operação existente no documento fiscal.
  • Quando se emite documento fiscal com valor do ICMS menor do que o devido.

Como emitir a Nota Fiscal Complementar?

Ao emitir uma nota fiscal complementar, o contribuinte deverá informar as seguintes Naturezas de Operação, de acordo com a situação em questão:

  • complemento de tributo;
  • complemento de preço;
  • complemento de quantidade.

Também deve-se observar as seguintes características:

  • Os dados do destinatário (nome, endereço, inscrição estadual e CNPJ) desse documento devem ser iguais ao do documento que se pretende corrigir.
  • Os campos de “código do produto” e “CFOP” devem conter a mesma informação constante na NF-e emitida com erro.
  • O campo de “quantidade do produto” deverá estar zerado ou com a informação que se pretende modificar.
  • Os campos relacionados ao ICMS, como “Alíquota do ICMS”, “Base de Cálculo do ICMS”, dentre outros, devem ser informados com o valor que se deseja realizar o complemento.

Atenção às particularidades!

O ICMS é um imposto administrado pelos estados e, dessa forma, cada um deles podem estipular maneiras diferentes de se realizar o recolhimento. Portanto, fique atento às particularidades ao emitir os documentos fiscais em operações que envolvam recolhimento de ICMS.

Perceba também que é fundamental que o contribuinte referencie no documento complementar a qual nota fiscal ele está se referindo. Não se esqueça que cada nota fiscal complementar pode fazer referência a um único documento.

Como otimizar o processo de emissão de nota fiscal complementar?

O uso de um bom sistema de emissão é uma estratégia certeira para otimizar seus processos e evitar o retrabalho. Essa atitude contribui para dar mais segurança aos processos de sua empresa e ajuda a aumentar a produtividade dos seus colaboradores. Um bom sistema permite calcular automaticamente e em minutos a nota fiscal complementar, minimizando a chance de erro humano e potenciais problemas com o fisco.

Emitir sua nota fiscal complementar de ICMS da maneira adequada é fundamental para o correto cumprimento de suas obrigações perante o fisco. Além disso nem sempre o cancelamento de documentos fiscais é possível devido aos prazo de 24 horas existente para essa operação.

Novidade no sistema: Módulo de Orçamentos

O tão esperado Módulo de Orçamentos chegou e já está disponível nos sistemas Traxo e Comex NF-e. Confira o artigo e saiba como usar a nova funcionalidade.

O que é o Módulo de Orçamentos?

O Orçamento é uma nova forma de se trabalhar com pedidos de venda, seguindo um fluxo lógico de criação, aprovação e faturamento.

Este módulo se encontra no menu CRM do sistema, que além de ser o lugar para gerenciar os seus clientes, também será possível gerenciar seus pedidos e orçamentos.


Todos os seus pedidos de venda que não possuem nota fiscal vão para a coluna “Pedidos”, e os com nota fiscal para a coluna “Faturas”. Os orçamentos que forem criados vão para a coluna “Orçamentos”.

Quando devo criar Orçamentos?

Quando um cliente seu faz um pedido de um orçamento, você precisa enviar a ele uma proposta o mais rápido possível. Entretanto, não é interessante que esse orçamento “reserve” os produtos do estoque, pois é um processo que ainda carece de aprovação por parte do cliente. O orçamento é uma forma de atender essa demanda. Posteriormente, ao aprovar um orçamento, um pedido é criado e, nesse momento, os produtos são reservados do estoque.

Como utilizar o Módulo de Orçamentos?

1) Criar um orçamento:

Criar um orçamento, aprová-lo para que então se torne um pedido e finalmente faturar esse pedido, que vai ter uma nota fiscal atrelada a ele e passar a ser uma fatura.

Vamos ver o fluxo passo-a-passo:

Ao clicar no “+” na coluna de orçamentos, somos levados à tela habitual de criação de pedidos, porém com uma particularidade: Um orçamento não movimenta estoque, sendo a forma perfeita para a criação de pedidos quando ainda há incerteza sobre a venda.

2) Aprovar o orçamento:

Quando o orçamento estiver pronto para se tornar um pedido, basta abrir o menu do orçamento e clicar em “Aprovar”.

Atenção: É importante criar o orçamento com todos os dados preenchidos corretamente, como o cliente e os produtos, caso contrário, ele não poderá se tornar um pedido. Não se preocupe, caso a aprovação seja recusada pelo sistema, nós mostramos uma mensagem de validação apontando tudo que precisa ser corrigido. Basta clicar na opção “Alterar” no menu.

3) Faturar o Pedido:

Agora que temos um pedido, o próximo passo é faturar. Novamente, as informações precisam estar preenchidas corretamente e mais uma vez exibiremos mensagens de validação para que todo o fluxo esteja claro.

Finalmente temos a fatura. Repare que o número da nota fiscal referente ao pedido é também um botão que leva à tela daquela nota fiscal.

Outras funcionalidades:

Isso cobre o fluxo básico do Módulo de Orçamentos. Mas, ainda temos algumas coisas para falar sobre ele:

– Começar da coluna de orçamento é completamente opcional. Você pode criar um pedido diretamente a partir da coluna de pedidos e ele será feito como sempre foi no sistema: movimentando estoque.

– Você deve ter reparado em uma opção diferente nos menus: o “Arquivar”.
Essa opção permite que um orçamento, pedido ou fatura seja removido da listagem principal e seja colocado numa listagem de “Arquivados”. É uma opção para que,  caso aquele orçamento, pedido ou fatura não seja mais interessante, ele possa ser removido da sua visualização primária, mas sem removê-lo do sistema. Ele está somente em uma listagem diferente. Para ver os arquivados basta clicar neste botão:

Na coluna que deseja ver os arquivados, naturalmente, tudo que está arquivado pode também ser “Desarquivado” e levado de volta à listagem principal.

 

– Cada coluna do Módulo tem um botão de “Pesquisar” que abre uma caixa onde é possível procurar um orçamento, pedido ou fatura. Você pode procurar pelo nome do cliente, número do pedido ou número da nf-e, caso seja uma fatura.

– Para visualizar os clientes no CRM basta usar da mesma forma de antes, clicando no cliente que deseja ver as informações. Um painel será aberto e as listagem do Módulo de Orçamento serão escondidas. Para exibi-las novamente, basta clicar neste botão:

Com isso fechamos o Módulo de Orçamentos. Lembre-se, qualquer dúvida nosso suporte está pronto para atendê-lo, e qualquer feedback será bem-vindo!

Gostou? Experimente agora nosso sistema de gestão. Clique aqui para fazer um trial.

Promoção de Indicação no Traxo

Durante os últimos meses tivemos uma adoção em massa de milhares de empresa ao Traxo. Em menos de 6 meses, são mais de 3 mil empresas que já utilizaram o Traxo, seja nas suas versões gratuitas ou pagas.

 

Nesses meses percebemos que devido a situação econômica do país, muitas empresas ainda não tem condições de adquirir um plano do sistema, permanecendo no Traxo Free, mas precisam emitir mais do que 5 NF-es / mês.

 

Pensando nessas empresas, criamos uma promoção para o Traxo do tipo “o patrão pirou”.

 

Além de todas as vantagens do Traxo que você já conhece, como monitoramento ilimitado de NF-es recebidas, controle de estoque integrado, gestão de vendas, gestão de cobranças e emissão de boletos mais barato que o banco, o Traxo possui planos diferentes com limite de NF-es emitidas.

 

Atualmente os planos são assim:

 

  • Traxo Free: até 5 NF-es por mês, é 100% gratuito;
  • Traxo Small: até 30 NF-es por mês, R$59,90 / mês;
  • Traxo Standard: até 300 NF-es por mês, R$129,90 / mês;
  • Traxo Full: até 3.000 NF-es por mês, R$199,90 / mês;

 

Agora imagine se os planos fossem assim:

 

  • Traxo Free: até 5 NF-es 30 NF-es por mês, é 100% gratuito;
  • Traxo Small:até 30 NF-es 300 NF-es por mês, R$59,90 / mês;
  • Traxo Standard: até 300 NF-es 3.000 NF-es por mês, R$129,90 / mês;

 

Imagine se você pudesse adquirir o plano Traxo Small sem pagar nada?

 

Ou adquirir o plano Traxo Standard pelo Preço do Small?

 

Ou o Traxo Full pelo Preço do Standard?

 

Pois nós pensamos em um jeito de tornar isso possível!

 

Mas tem que ser agora.

 

Essa promoção só vale para as 50 primeiras empresa que indicarem 5 novas empresas para o Traxo.

 

Como funciona?

 

Ao acessar o Traxo (se você ainda não tem conta, crie uma em www.traxo.com.br), você verá na parte superior do sistema um link exclusivo seu. Cada empresa que se cadastrar através do seu link exclusivo, nós enviaremos um e-mail para você avisando. Assim que 5 empresas se cadastrarem através do seu link exclusivo você ganha o upgrade de plano. Para sempre! Sem pegadinhas.

 

Aqui é onde fica seu link exclusivo no Traxo:

promocao-traxo


Dicas para divulgar seu link

Aqui vão algumas dicas para divulgar seu link exclusivo. Uma boa divulgação aumenta e muito as chances do seu sucesso. Veja aqui 5 dicas:

 

  1. Divulgue seu link exclusivo nas redes sociais, mas não se esqueça de escrever um texto junto incentivando as pessoas a utilizarem o sistema.
  2. Não esqueça o LinkedIn, que é uma excelente forma de comunicação empresarial.
  3. Divulgue seu link em grupos de WhatsApp relacionados a empresas. Nada de grupos que só tem fotos de gatos, isso não adianta.
  4. Divulgue para sua lista de e-mails. Isso geralmente é o mais eficaz.
  5. Nós vamos te dar uma ajudinha! A cada nota fiscal enviada por sua empresa para outra empresa, o Traxo enviará automaticamente seu link exclusivo convidando o destinatário da NF-e a utilizar o sistema. Se o destinatário da NF-e se cadastrar no Traxo Free pelo seu link exclusivo, ele também ganha. São + 5 NF-es por mês, ou seja, 10 NF-es por mês para seu parceiro de negócios.

 

Lembre-se que essa promoção só vale para as 50 primeiras empresa que indicarem 5 novas empresas para o Traxo.

 

botao-clique-aqui-acesso-imediato-traxo

 

Atualizando!!

 

3 passos para fazer uma gestão de estoque de sucesso

Uma gestão de estoque de sucesso se caracteriza pela maneira como a quantidade de produtos é gerenciada, fazendo com que não falte e também não sobre nada, de modo que sua empresa nunca fique com produtos parados em suas prateleiras, evitando um grande risco de prejuízo.

É importante analisar a demanda existente, mantendo seu estabelecimento abastecido de maneira ordenada, para que não se mantenha um estoque maior do que o necessário. Isso tudo sem perder, porém, toda a sua diversidade de produtos. Para te ajudar a entender melhor como funciona todo esse processo, selecionamos alguns pontos de grande relevância para uma gestão de estoque de sucesso. Confira:

Entenda a importância da gestão de estoque

Com o momento econômico e financeiro vivido atualmente pelo país, a atenção em relação ao controle de estoque das empresas é redobrada. Afinal, a falta de qualquer item nos pontos de venda pode ser extremamente prejudicial, causando a diminuição de suas vendas e podendo interferir até nos processos produtivos. Por isso, é importante estar atento ao tipo de gestão que vem sendo aplicada na sua empresa, a fim de controlar melhor seu estoque e, dessa maneira, poder garantir resultados satisfatórios.

Saiba como realizar uma gestão de estoque de sucesso

Um dos itens de maior relevância nessa gestão é o acompanhamento dos produtos que têm mais giro em suas prateleiras e daqueles que estão há muito tempo parados em seu estoque. Quando se tem mercadorias com mais saída do que outras, é preciso realizar uma projeção de atividades a fim de que a empresa consiga cumprir com os prazos de entrega. Por isso, é importante ter um histórico rotativo ou até mesmo diário de entrada e saída de mercadorias.

Fazendo uma relação sólida com base em todos os produtos em estoque, fica mais fácil minimizar a compra de produtos desnecessários, o que diminui os custos da empresa e foca apenas em produtos que terão mais rotatividade e que proporcionarão lucros mais rapidamente.

Mantenha a organização nas informações

É importante reforçar a necessidade de se manter a organização das informações por meio de profissionais capacitados para desenvolver essa tarefa. Dependendo do tamanho da empresa, será necessário ter uma pessoa que exerça especificamente essa função, e que se responsabilize tanto por manter o estoque em ordem quanto para realizar os pedidos de compra do que está em falta. Se houver necessidade de se manter mais funcionários nesse setor, eles deverão estar totalmente sincronizados.

É importante implementar algumas táticas que ajudam a manter uma boa gestão no controle de estoque:

  • Calcular a previsão de demanda;
  • Definir a quantidade de estoque;
  • Escolher o modelo de reposição;
  • Fazer uma avaliação do fornecedor e dos preços.

Encontre um software que atenda às necessidades da empresa

Verifique a demanda de sua empresa, tendo em vista o seu perfil e seu o tamanho. Uma planilha bem elaborada poderá atender às necessidades de uma empresa de pequeno porte. Já para aquelas um pouco maiores, o recomendado é investir em um software que proporcione uma relação mais clara dos produtos em estoque.

Faça uma pesquisa de mercado e invista de forma segura. Fique atento a essas dicas e coloque em prática a fim de melhorar os resultados de sua empresa!

 

Gestão de Estoque: Como classificar e padronizar produtos

O primeiro passo para uma gestão de estoque eficiente é padronizar e organizar os produtos. Por isso, neste tópico falaremos um pouco mais sobre como isso pode ser feito e qual a importância desse trabalho. Veja:

Classificação e padronização de produtos

Essa primeira etapa é fundamental para que a gestão de um estoque seja feita da forma mais adequada possível. Atacadistas costumam trabalhar com uma grande variedade de produtos, para atender os varejistas em suas necessidades — e essa variedade, tanto de categoria quanto de tipo de produtos, quando não é bem organizada, pode trazer problemas para a área. Continue reading “Gestão de Estoque: Como classificar e padronizar produtos”

As 3 melhores formas de aprimorar sua gestão de estoque

Para que você aprimore cada vez mais sua gestão de estoque é necessário que você faça constantemente essas 3 dicas que trouxe para você nesse artigo. Ao implementá-las, você obterá ótimos resultados em seu negócio.

Utilize uma ferramenta de gestão de estoque

Existem ferramentas e softwares de gestão no mercado, que são capazes de atender às necessidades e os recursos que uma empresa possui para investir em tecnologia. A relação custo-benefício dessas ferramentas é extremamente compensatória, uma vez que é possível encontrar soluções com custo acessível, trazendo inúmeros benefícios para a gestão, como automatização dos processos, maior segurança, integração das áreas, compartilhamento de informações, entre outros. Continue reading “As 3 melhores formas de aprimorar sua gestão de estoque”

Guia de Gestão de Estoque para Distribuidoras, Indústrias e Importadoras

Um mal planejamento na gestão de estoque pode trazer grandes prejuízos financeiros para sua empresa. Especialmente quando se trata de empresas de comércio B2B, ou seja, empresas distribuidoras (que vendem para outras empresas), o controle deve ser ainda mais apurado, pois estas empresas costuman lidar com um grande volume de itens.

Pensando nisso, decidimos criar este ebook: um guia prático de gestão de estoque para Distribuidoras, Indústrias e Importadoras, com algumas dicas que podem melhorar ainda mais o controle de estoque da sua empresa. Quer aprender um pouco mais a respeito desse assunto? Baixe o guia gratuito.

Baixar guia de gestão de estoque

Os assuntos abordados no Guia de Gestão de Estoque Gratuito, são:

  • Classificação e padronização de produtos
  • Erros comuns na gestão de estoque da maioria das empresas
  • Como fazer um bom planejamento de estoque
  • Como escolher a melhor ferramenta de controle de estoque para sua empresa

Ao seguir as dicas apresentadas no Guia de Gestão de Estoque, você minimizará os riscos financeiros e poderá aumentar a lucratividade da sua empresa.

 

Planilha de Controle de Estoque Grátis

Se você está buscando uma planilha de controle de estoque grátis, então você está no lugar certo. Nós temos uma planilha muito prática para controlar seu estoque de forma profissional e gratuitamente.

A gestão de estoque representa uma área importante e que deve ser gerida da forma mais eficiente possível, especialmente no que diz respeito aos atacadistas, varejistas e importadores, uma vez que essa rotina representa a essência do negócio de empresas desse setor.

As vantagens dessa planilha são:

  • Cadastro de fornecedores
  • Valor total movimentado & Valor resultante após movimentação
  • Custo médio unitário de cada produto
  • Custo total do estoque
  • E muito mais!

 

Como fazer uma gestão de estoque de sucesso

Uma gestão de estoque de sucesso se caracteriza pela maneira como a quantidade de produtos é gerenciada, fazendo com que não falte e também não sobre nada, de modo que sua empresa nunca fique com produtos parados em suas prateleiras, evitando um grande risco de prejuízo.

É importante analisar a demanda existente, mantendo seu estabelecimento abastecido de maneira ordenada, para que não se mantenha um estoque maior do que o necessário. Isso tudo sem perder, porém, toda a sua diversidade de produtos. Para te ajudar a entender melhor como funciona todo esse processo, selecionamos alguns pontos de grande relevância para uma gestão de estoque de sucesso. Confira: Continue reading “Como fazer uma gestão de estoque de sucesso”