Futuro das vendas B2B: tecnologia a favor da sua empresa

Tempo de Leitura 8 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Futuro das vendas B2B: se você chegou até aqui pois foi pego de surpresa com a pandemia do coronavirus e ainda está procurando uma forma de melhorar a situação geral da sua empresa, no final desse artigo eu vou te mostrar como você vai ajudar sua empresa a se manter durante a crise.

Vendas B2B: impactos da crise

Fato inegável é que você viu pelo menos uma das áreas da sua empresa precisando de algum ajuste para não parar de funcionar durante o tsunami econômico, político e social que estamos vivendo desde fevereiro.

Os decretos e as medidas que foram tomadas em diversos estados e municípios para frear a onda de contágio do COVID-19 focam especificamente em deixar o máximo de pessoas em casa, permitindo apenas o funcionamento dos serviços essenciais.

Você e eu já sabemos que a crise é mundial e que não tem ninguém sozinho nesse barco, então eu vou supor que assim como quase todos os outros empresários você cogitou tomar algumas das medidas, como as propostas pelo consultor de negócios Haroldo Matsumoto, em uma entrevista a PEGN, no G1:

  • Pensou sobre as linhas de crédito que o governo liberou para apoiar os negócios;
  • Tentou negociar com fornecedores;
  • Pensou em apostar no trabalho remoto;
  • Pensou em dispensar colaboradores. (Acho que a mais difícil)

Além de todas as objeções que vieram junto com essas soluções, como a falta de preparo da equipe e a falta de tecnologia para o home office, ou o alto custo de rescisões afundando o caixa da empresa a curto prazo, nós temos outro problema…

Muitos empresários, não só brasileiros, decidiram ignorar a quarentena e manter suas operações funcionando, arcando com um risco que talvez eles não tenham dimensão. 

Riscos podem inclusive atrasar a recuperação da empresa, se transformando em um problema pior do que aceitar o recesso ou se adaptar, seja pelo fator econômico ou pelo fator humano, jurídico e social.

Porém se você decidiu se adaptar e tornar sua empresa ainda mais eficiente durante esse período, eu não só tenho um enorme PARABÉNS para você, como eu também trouxe uma série de dicas que vão te ajudar a fortalecer sua estratégia e principalmente, ajudar você a vender através da tecnologia. Com ou sem crise!.

Use a tecnologia da comunicação a favor das vendas B2B!

A primeira dica é a mais óbvia, mas não deixa de ser uma dica de ouro. Mais do que nunca você precisa se comunicar com seu cliente, estar perto, fazer ele saber que você se adaptou a crise e ainda está no jogo.

É lógico que com todo o contexto de quarentena a solução mais rápida de não parar suas operações é recorrer a aplicativos como o whatsapp, redes sociais e por aí vai, mas como fazer do jeito certo e não se enrolar com o excesso de opções que você tem por aí? 

Dica: Use o que já está ao seu alcance e foque no que o seu cliente já usa. Nada de inventar agora.

Algumas opções padrões para você aderir para ontem:

  • WB: Whatsapp Business é uma ótima forma de conseguir estar mais próximo dos seus clientes de forma profissional. 
  • CRM: Se você usa o Mainô, sabe que pelo próprio CRM você consegue manter um contato mais próximo com seu cliente de forma organizada e personalizada. Se você não tem o  Mainô, pelo menos tente achar uma maneira simples de controlar os contatos e segmentar seus clientes.

Use a tecnologia das vitrines a favor das vendas B2B!

Pois bem. Agora que você já conseguiu comunicar para os seus clientes que você está na ativa, falta mostrar para eles quais produtos você está disponibilizando.

Essa é a parte onde é mais fácil se enrolar por ter mais opções. Volto a dizer que é importantíssimo simplificar usando o que está ao seu alcance e focar no que provavelmente o seu cliente já usa, mas o ponto de atenção aqui é complexidade X resultado.

Dica: Você precisa escolher plataformas simples de começar e que dêem um bom resultado, e com resultado eu quero dizer fluxo de pessoas online. Assim a probabilidade de você vender rápido, é maior.

 

  • Redes Sociais: Quer site com mais acessos do que as redes sociais?
    Facebook e Instagram são amplamente utilizadas e contam com mini lojas onde você pode mostrar seus produtos, com a vantagem de conseguir personalizar com a cara da sua empresa e ainda manter contato próximo.

 

  • Marketplaces: Magazine Luiza, Americanas entre muitas outras são marketplaces que ajudam bastante se você precisa começar para ontem. Entretanto devo dizer que pode fazer bastante sentido para você procurar um espaço focado no seu cliente, como o canal da peça, que é um marketplace com diversos vendedores que tem só um foco: Peça de motos e carros.
    Para achar um marketplace que seja focado na sua área, copie e cole no google: marketplace+seu produto

 

  • Sites e E-commerces: A palavra chave aqui é personalização. E a forma mais simples de começar é pequeno. Conte com sites que te dão o site pronto ou com os parceiros da Mainô que já te entregam os e-commerces completos a partir das informações do seu ERP.

 

  • Seu próprio ERP: ERPs que não permitem mostrar seus produtos de forma personalizada e direta para seus clientes estão no passado e se você usa Mainô, viu que lançamos uma nova ferramenta, o Recompra.AÍ. Ele consegue aproximar o seu cliente através de um site de recompras online simplesmente pelo fato de permitir que o próprio cliente gerencie seus pedidos. Quer mais inovação?

Use a tecnologia de negociação e logística a favor das vendas B2B

Então agora você já tem contato direto com seus clientes e eles já sabem os produtos que estão disponíveis, é hora de negociar.

Está pronto para fechar a venda e entregar o produto? Afinal de contas o que vai concretizar de fato seu novo jeito de vender, e te levar para o futuro das vendas b2b é conseguir entregar o prometido através de um atendimento de alto nível.

Dica: Aqui o que vai fazer você ganhar o jogo é centralizar as informações e superar a expectativa na entrega do produto. Os processos de negociação e logística produzem muitas informações. Você precisa mantê-las em um só lugar para não se perder e de preferência disponibilizar para os seus clientes. 

 

  • ERPs e CRMs: Mais uma vez eles aparecem como auxiliares perfeitos para o gerenciamento de todas as informações que você precisa. Tenha em mente apenas uma coisa: Essas ferramentas precisam ser, mais do que nunca, simples, práticas e integradas para você não se perder. 

 

  • Links de pagamento: Essa solução vai permitir você oferecer o pagamento dos seus negócios em qualquer plataforma que você disponibilizar o seu produto. Saiba que se a empresa de pagamento que você escolher, integrar com as ferramentas que você usa, já é meio caminho andado para centralizar as informações.
    Algumas opções: Pagar.me, Stone, Mercado Pago, PagSeguro, Cielo, e por aí vai.

 

  • Serviço delivery: Hora de escolher como entregar o seu produto e você pode recorrer ao caminho básico, que são os serviços de entrega já existentes como os correios, ou as empresas privadas.
    Para tentar encontrar a melhor opção, copie e cole no google: empresa+transportadora+local que às opções próximas de você aparecerão.

Alguns cuidados para que sua estratégia funcione em pouco tempo!

Esteja atento aos múltiplos Perfis de Clientes e Múltiplas Tabelas de preços: Provavelmente se você tiver clientes com condições comerciais diferentes, seja baseado em seu tamanho, faturamento, potencial, etc, a plataforma que você utilizar tem que te ajudar nisso, caso contrário você pode se perder nas informações ou ficar atolado no atendimento a cada uma dessas situações.


Formas de Pagamento especiais: Além dos pagamentos tradicionais, se você conta com meios de pagamentos especiais como pagamentos Faturados entre outros, a plataforma de pagamento também precisa suportar.

Regras Fiscais: Os cálculos de impostos e regras fiscais não podem ser esquecidos, por isso uma ferramenta como a Mainô, que faz o monitoramento fiscal e tributário automaticamente pode facilitar e muito seu trabalho.

Crédito: Quando a empresa vende no faturado, o crédito é chave para a alavancagem. Saber para quem dar crédito e quanto cada cliente tem disponível é essencial

Compras Recorrentes: Com certeza você tem clientes que compram em curtos períodos. Facilite esse processo para você e para eles. Utilize uma ferramenta que permita a recompra em um só clique com o recompra.ai

Frete: Duas palavras chave aqui: CIF e FOB (Caso tenha dúvida, consulte o artigo). Todas às duas devem entrar na conta do frete.

Por fim, eu só tenho mais uma coisa para dizer antes de te propor algo que pode te ajudar bastante durante esse período.

Sempre que você precisar pensar no que sua empresa pode fazer para se adaptar, independente do seu tamanho ou do tamanho da sua carteira:

Pense sempre pelo ponto de vista do seu cliente

É simples. O comportamento do seu cliente é o maestro da grande orquestra que é a sua empresa.

Se o contexto muda, o consumidor muda o ritmo da música com seus comportamentos e independente de qual for a mudança, se você não tiver atento, sua empresa vai desafinar feio.

Posso te provar com, não só uma, mas três razões para você acreditar que o online é o futuro das vendas B2B baseado em uma pesquisa da Forrester feita nos estados unidos. Segundo ela, os consumidores B2B disseram que:

  • 72%: Eles acham mais fácil de comprar online
  • 52%: Eles não querem esperar pelo representante comercial
  • 42%: Querem facilidade para obter informações sobre estoque e entrega

Lembre-se: Enxergue o mundo como o seu cliente enxerga. Você vende para empresas que são operadas por pessoas. Sempre pessoas.

ALERTA DE PROPOSTA IRRECUSÁVEL: Lembra que no início do artigo eu tinha dito que te mostraria como você vai fazer sua empresa se adaptar?

Agora você já sabe que acompanhar o futuro do mercado é focar em como o seu cliente se comporta e principalmente como e porque ele compra.

Te convido a testar como sua empresa pode se adaptar ao futuro das vendas b2b que a Mainô tem criado.

Imagina os seus clientes refazendo os últimos pedidos em um clique. Gerenciando seus próprios pedidos, negociando através do whatsapp…

Queremos que você possa colocar em prática todas as dicas que eu te dei aqui neste artigo, dando a oportunidade de passar por todo esse cenário de crise e se tornar ainda mais forte ao se adaptar às novas tecnologias.

A Mainô liberou o acesso gratuito ao Recompra.aí, até o dia 30/09.

Até o dia 30/09, sua empresa terá a chance de reconectar com os seus clientes ao permitir que eles consigam gerenciar seus próprios pedidos de forma simples, automatizando a recompra, enquanto sua equipe comercial ou representantes focam nas novas vitrines para alcançar novos clientes e fazer parte do futuro das vendas b2b com a tecnologia a favor da sua empresa.

Transforme o seu relacionamento com seus clientes e tenha uma máquina comercial em sua empresa. Aceite o meu convite e comece a configurar sua loja clicando agora neste link: Recompra.ai

4 DICAS BÔNUS PARA NÃO DEIXAR SUA NOVA ESTRATÉGIA DE LADO!

Confira agora:

COMO ATIVAR SUA LOJA NO RECOMPRA.AI EM 2 CLIQUES:

https://youtu.be/_JnxLDGnXcw

WEBINÁRIO: A MELHOR OPÇÃO DE VENDAS ONLINE NESTE MOMENTO:

https://www.youtube.com/watch?v=smahCt6eVAk

DESMISTIFIQUE O HOME OFFICE E AUMENTE A PRODUTIVIDADE DA EQUIPE:

https://www.youtube.com/watch?v=V7qiaXKXow0

ADAPTE ÀS VENDAS E CONTINUE VENDENDO DO HOME OFFICE

https://www.youtube.com/watch?v=ojYNWRX6x00

Gostou das dicas? Ainda restam dúvidas? Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós!

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of

Obrigado por se cadastrar!