Como precificar produtos da forma correta

Tempo de Leitura 3 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Uma dúvida frequente que surge para os empreendedores é como precificar produtos ou serviços da maneira correta. Existem duas formas para calcular o preço dos produtos e garantir um bom lucro: é possível se basear no custo do produto para a empresa ou no preço colocado pela concorrente. E aí, você sabe qual a melhor estratégia? Aprenda agora com o nosso artigo!

Entenda a diferença entre preço e valor

Antes de qualquer outra coisa, o empreendedor que quer precificar produtos adequadamente deve entender o seguinte: preço e valor são coisas diferentes. O preço tem um conceito direto. Para calculá-lo, basta somar: o custo da mercadoria para a empresa, os custos operacionais para lidar com a mercadoria, os tributos sobre a mercadoria e a margem de lucro desejada. Chegar a um preço fica mais fácil quando se tem esse esquema de cálculo.

O valor, por sua vez, tem um conceito menos sólido e mais subjetivo, porque ele considera a percepção que o seu comprador terá do seu produto. Para exemplificar: uma camisa de marca chega a custar 4 vezes mais do que uma camisa idêntica, mas que não leva o nome da marca. O que causa essa diferença tão exorbitante no valor de uma mesma peça é a percepção do consumidor. É o cliente quem atribui valor à marca quando ele confia na empresa e decide comprar determinado produto por isso.

Como precificar o produto?

Agora que você já entende a diferença entre preço e valor, podemos passar para a segunda parte: como dar o preço ao seu produto. Existem duas maneiras distintas de fazer isso. O preço do produto pode ser calculado com base no custo ou com base no preço dos concorrentes, mas a maneira mais correta de precificar é utilizar ambas as estratégias.

Afinal, definir o preço do seu produto apenas com base no custo dele para a empresa pode fazer com esse produto não corresponda aos valores atuais do mercado, o que pode provocar prejuízo para o seu empreendimento.

Também é errado precificar produtos apenas com base nos preços da concorrência. Se você fizer isso sem calcular os custos que sua empresa tem com o produto, o preço pode ficar abaixo do custo, o que pode gerar grandes prejuízos.

Precificando com base no custo

Para calcular o preço do seu produto com base no custo, você precisará realizar algumas operações matemáticas. Para começar, você deve somar quatro itens:

  • O custo do produto (no caso dos comércios é o valor de compra, e no caso de uma empresa é valor da matéria-prima e dos insumos);
  • Os gastos variáveis (impostos, comissões, embalagens etc.);
  • Os gastos fixos (aluguel, pessoal de vendas, despesas da administração etc.);
  • O lucro desejado.

Caso você tenha alguma dificuldade em realizar esses cálculos, alguns sites podem te ajudar. Além disso, já existem cursos e treinamentos para entender melhor a precificação. É interessante sempre aprender mais, já que o preço dado ao seu produto é uma das chaves para o sucesso da sua empresa.

Precificando com base no mercado

Após ter calculado o preço de venda do seu produto, está na hora de comparar com o da concorrência.

Caso seu produto esteja custando menos do que a média da concorrência, é você que deve decidir manter o preço abaixo do mercado ou aumentar o valor. Essa decisão dependerá do objetivo da sua empresa: vender mais lucrando um pouco menos ou vender menos lucrando um pouco mais. Trace a sua estratégia para se destacar dentro do mercado!

Caso o seu cálculo tenha chegado a um preço maior do que o valor do mercado, a dica é rever os gastos e procurar reduzi-los, ou reduzir o lucro. Assim, fica mais fácil se inserir na concorrência.

Se você optar por trabalhar com o preço acima do preço do mercado, será preciso desenvolver diferenciais para a sua marca, como um atendimento especial, boa estrutura de entregas ou ter uma ótima gestão de estoque, buscando atrair a confiança do comprador e se destacar.

Agora você sabe precificar produtos da maneira correta, a fim de obter bons lucros e se estabelecer no mercado. Tem mais alguma dica? Conte para a gente nos comentários!

Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of

Obrigado por se cadastrar!