Nota fiscal de exportação para a Du-e: como emitir com o Mainô

Tempo de Leitura 3 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nota fiscal de exportação: exportar não é uma operação que se encontra presente no dia a dia de muitos importadores, portanto, quando surge o momento de realizar essa operação,  muitas dúvidas acabam surgindo, principalmente no momento de geração da DU-e. É possível gerar a Declaração Única de Exportação (DU-e) pelo Siscomex, entretanto, ainda gera alguns transtornos devido à demora do site e as dúvidas que ocorrem durante a operação. 

Esse artigo tem como propósito, mostrar a facilidade que é realizar esse procedimento através do sistema da Mainô. 

Mas afinal o que é uma Exportação?

Exportação é a atividade que envolve venda, envio ou doação de produtos, bens ou serviços de um país para outro, é basicamente o envio de mercadorias nacional com destino para outros países. Existem alguns tipos de exportação, sendo elas a exportação “Direta e Indireta”. 

Exportação Direta: É a exportação que consiste na operação, onde o produtor é o responsável pela exportação e faturamento do produto. Ou seja, a própria empresa faz a exportação, sem ser necessário intermédio de empresas. 

Exportação Indireta: É quando ocorre a exportação por intermédio de empresas, que adquirem os produtos para exporta-los, normalmente é a exportação utilizada por trading companies. 

E o que seria a DU-e? 

A Declaração Única de Exportação (Du-e) é um documento eletrônico que é preenchido pelo exportador, que contêm uma série de informações que são necessárias para o enquadramento da exportação e auxiliando o despacho aduaneiro. 

A DU-e foi estabelecida para reduzir a burocracia da exportação, além de substituir três documentos que anteriormente eram obrigatórios, sendo eles: “Registro de Exportação (RE), Declaração de Exportação (DE) e Declaração Simplificada de Exportação (DSE)”. 

Para saber mais detalhes sobre a DU-e, acesse nosso artigo: Declaração Única de Exportação (DU-e): O que é?

Nota fiscal de exportação: unidade de medida tributável 

No dia 01/07/2017 entrou em vigor a “NT 01/2016” que tem como objetivo padronizar as unidades de medidas para a exportação e adequar a NF-e ao “Projeto do Portal Único do Comércio Exterior”. As alterações não se aplicam a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) e nem para as empresas que não trabalham com o Comércio Exterior.

Em operações de exportação, o governo determina que os produtos tenham a unidade de medida para a tributação, de acordo com o NCM determinado. No sistema Mainô é possível determinar essas unidades de medidas no cadastro dos produtos para realizar as operações de exportação de acordo com a medida indicada pelo governo. 

No cadastro do produto, dentro do sistema, é possível realizar essa conversão para iniciar o processo de exportação:

Como é feita a nota fiscal de exportação pelo sistema da Mainô

O sistema Mainô foi criado para facilitar as operações de empresas que realizam importações ou exportações e trabalham com Comércio Exterior. Depois de informar a unidade tributável do seu produto, é possível realizar a criação da sua nota fiscal de exportação habilitando esse procedimento nas configurações. 

 

Depois de habilitado, basta iniciar a criação da sua nota fiscal de exportação, informar o produto e gerar a sua NF-e. O sistema já puxa as parametrizações definidas para a exportação de acordo com o procedimento aplicado pela sua empresa nas configurações.  Esse seria um exemplo de uma nota fiscal de exportação emitida pelo sistema da Mainô: 

nota fiscal de exportação

 

DU-e: como gerar através do sistema

Após da emissão da sua nota fiscal de exportação pelo sistema, no menu de “NF-es emitidas”, ao lado das informações da sua nota, é possível visualizar o campo  “Declaração de Exportação (DU-e): 

 

Após esse procedimento, o sistema vai abrir uma tela para definir algumas informações, entretanto, as informações como cliente e produtos, o sistema já reaproveita elas: 

DU-e após a nota fiscal de exportação

 

Após, preencher é só salvar e gerar a sua DU-e!

O sistema da Mainô é ideal para os processos relacionados ao Comércio Exterior, além de facilitar as emissões de suas NF-es, o sistema é feito todo em nuvem, onde, facilita o acesso independente do local que esteja realizando a operação. Além de contar com vastas funcionalidades para o controle de sua empresa. 

Tendo em vista os impactos da crise do coronavírus no comércio exterior, e a necessidade ainda mais extraordinária de um sistema em nuvem, estendemos o prazo de teste de 3 dias, para a utilização do sistema até o dia 31/05/2020 de forma totalmente gratuita, para realizar testes em toda a plataforma! 

Faça o teste gratuito através deste link

 

Ebook incoterms 2020Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Obrigado por se cadastrar!