Como importar: o que é preciso para começar?

Tempo de Leitura 3 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Quer saber como importar? Para importar, uma empresa precisa elaborar um plano de negócios consistente e estar preparada para investir um dinheiro considerável na compra das mercadorias que deseja revender. Além disso, deve buscar fornecedores aliados com a sua estratégia de negócios. Complicado? Nem tanto.

Para te ajudar nessa empreitada, preparamos algumas dicas de como importar. Acompanhe!

O que é preciso para começar a importar?

Para começar a importar é preciso possuir uma empresa legalmente constituída, seja como microempresa, pequena empresa ou MEI – Microempreendedor Individual. Também é preciso elaborar um plano de negócios que determine, exatamente, o valor que a empresa precisará destinar a compra dos produtos que pretende revender.

O plano de negócios deve incluir o valor dos produtos importados, os custos fixos da empresa, que incluem o pagamento dos funcionários e o valor do aluguel, e os custos variáveis, que incluem o pagamento das contas de água e de energia, por exemplo.

Uma importadora também precisa buscar fornecedores capazes de disponibilizar rapidamente os produtos que deseja revender. Além disso, precisará fazer uma cotação dos produtos que serão importados, o que permitirá saber o quanto precisará investir.

Powered by Rock Convert

Existe um valor exato para começar a importar?

Não existe um valor mínimo necessário para que uma empresa comece a importar. Na verdade, o valor destinado a importação varia de acordo com o produto importado, com a quantidade e com tipo de importação.

A maioria das importações brasileiras gira em torno de 20 mil dólares, mas alguns produtos exigem um investimento menor, em torno de 10 mil dólares. No entanto, abaixo desse valor, o processo de importação pode se tornar inviável.

Não existe uma quantidade mínima pra importar, é possível importar um contêiner inteiro ou usar o mesmo contêiner para dividir mercadorias de diferentes fornecedores. Também é possível consolidar a carga, processo que permite que pedidos de diferentes empresas dividam o mesmo contêiner.

Como importar? Dicas para quem quer começar

  • Para importar a sua empresa precisa ter algum dinheiro disponível em caixa. Caso o seu negócio tenha pouco dinheiro para investir, comece revendendo mercadorias nacionais e, após ganhar estabilidade e juntar algum dinheiro, comece a importar.
  • Monte um Plano de Negócios, em sua forma mais simples, um plano de negócios é um guia, um roteiro que descreve os objetivos de negócios da sua empresa e detalha como atingir essas metas.
  • Caso a sua empresa não possua dinheiro para investir, que tal buscar um sócio investidor? Um plano de negócios bem estruturado é capaz de atrair o interesse de alguém que acredite na sua empresa e deseje colocar dinheiro no seu negócio.
  • Tenha o RADAR, um despachante aduaneiro experiente e uma contabilidade especializada.
  • Estudar se é melhor fazer importação direta (onde você cuida de todo o processo junto ao despachante aduaneiro) ou se é melhor importar por Trading (que cuida de todo o processo para você e cobra por isso). O importante é ter esse comparativo, pois isso pode evitar milhares de reais em multas por erros no decorrer da importação e inclusive na negociação com o fornecedor, já que importando por Trading, ela mesma cuida disso.

Erros comuns que a sua empresa não pode cometer

Muitas empresas importadoras cometem erros comuns ao importar produtos para revender, como:

  • Achar que é fácil importar. Na verdade o processo de importação é burocrático, com inúmeras regras e leis a serem seguidas. Por isso é fundamental planejar a importação com antecedência.
  • Não simular os custos. Produtos importados podem custar bem mais barato que os similares nacionais, no entanto, o processo de importação inclui outros custos além do preço dos produtos, o que torna necessário que a sua empresa simule os gastos que terá no processo de importação, para não ficar no prejuízo.
  • Não buscar suporte profissional. Para se informar melhor sobre como importar uma empresa deve buscar a orientação de profissionais especializados, uma vez que esse processo é muito complexo. Um profissional experiente tirará todas as suas dúvidas e fornecerá informações preciosas sobre o processo de importação.

Quer saber mais detalhes sobre como importar? Continue lendo o nosso blog!

Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

2
Deixe um comentário

1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Selma Stoupa

Ok, muito obrigada pelas informaçoes, foram de grande valia.

Obrigado pelo comentário Selma!

Obrigado por se cadastrar!