Os 5 maiores mitos sobre tecnologia na nuvem

Tempo de Leitura 3 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Quando se fala sobre a nuvem, há sempre o lado que enaltece toda a eficácia e a facilidade proporcionada pela tecnologia e o outro lado, que por repetidas vezes aponta medos, inseguranças e precauções necessárias. Vantagens e desvantagens da nuvem são, com frequência, elencadas com a mesma força e acabam afastando algumas pessoas de procurar saber mais sobre as enormes possibilidades oferecidas por ela.

O conceito por trás da nuvem não é novo. Ele só precisou de investimento e de conexões de internet mais estáveis para ser amplamente difundido e utilizado por todos que buscam servir-se de novas táticas para tornar a vida mais fácil. No artigo de hoje vamos desmitificar as 5 maiores lendas sobre tecnologia na nuvem para que você também possa escolher o lado certo da história. Vamos lá!

Mexer com a nuvem é extremamente complicado

O usuário comum provavelmente encara todos os nomes e termologias relacionados à nuvem como algo complicado e espantoso. Mal sabe ele que já está nela e que trabalha com a nuvem há muito tempo, ao usar e-mails e redes sociais. É simples assim: todas as informações que não estão na sua máquina estão na nuvem. Na maioria das vezes que você navega pela internet, portanto, seu dispositivo é apenas um instrumento para acessar a nuvem. Qualquer pessoa é capaz de utilizar uma conta de e-mail e com os outros serviços da nuvem não é diferente.

Armazenar tecnologia na nuvem não é seguro

Algumas pessoas ainda possuem certo receio de colocar informações pessoais na rede, talvez por conta de informações exageradas que circulam por aí sobre perda e roubo de dados. No entanto já sabemos que, se a utilização for correta, não há o que temer: a nuvem é segura. Problemas entre você e a nuvem só ocorrem se o seu dispositivo estiver infectado com alguma praga ou vírus que intercepte as informações. Para evitar que isso aconteça, utilize ferramentas de proteção, como programas antivírus e senhas fortes. Não guardar sua senha em pedaços de papel ou em arquivos dentro da máquina também são boas dicas de segurança.

Investir no uso da nuvem é muito caro

Outro mito. Se você é uma empresa que precisa utilizar a nuvem (seja para armazenamento, canal de comunicação ou Cloud Computing) é possível escolher planos totalmente flexíveis, pagando no final do mês somente pelo que é utilizado. Ao invés de a sua empresa adquirir servidores caríssimos, que costumam ter o total da sua capacidade utilizada em apenas alguns meses do ano, você usa a nuvem e paga apenas por aqueles meses em que o poder de processamento for necessário.

Servidores internos são melhores que a nuvem

Vamos supor que diretoria de uma empresa ache muito mais seguro manter internos os seus servidores. Estão incluídos aí o servidor de e-mail e o banco de dados. Já imaginou o que pode acontecer se essa empresa for surpreendida por uma tragédia, como um incêndio ou um alagamento? O negócio para totalmente. Por outro lado, ao lançar mão da nuvem e de servidores remotos, todos os arquivos da empresa estarão em vários servidores espalhados pelo mundo, diminuindo drasticamente as chances de a firma ter que parar, mesmo em cenários de tragédias.

A nuvem elimina o departamento de TI

Errado! Mesmo enviando todo o trabalho pesado para a nuvem, o departamento de TI deverá ser mantido. O que mudará nesse caso é a maneira como ele passará a trabalhar. Em vez de perder tempo com reparos e trabalhos técnicos, a equipe poderá se tornar mais consultiva, potencializando o conhecimento em estratégias da área para aplicá-los no alcance de melhores resultados.

E quanto a você? Qual a sua relação com a tecnologia na nuvem? Já venceu seus medos? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Powered by Rock Convert

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of

Obrigado por se cadastrar!