Conheça os principais produtos exportados pelo Brasil

Tempo de Leitura 6 Minutos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Conhecer os principais produtos exportados pelo Brasil, dá a empresa que atua no comércio exterior, uma visão geral de onde investir seus esforços, aproveitar oportunidades e também um panorama dos perfil de exportação já encontrados. Isso facilita a tomada de decisão e a mudança do direcionamento estratégico para onde será mais lucrativo.

Na recente crise do coronavírus, a pergunta sobre como estão as exportações em meio à crise surgem e trazem consigo algumas incertezas. Confira o artigo completo e veja o que os dados do ano passado podem dizer sobre como será o panorama este ano.

Confira abaixo a lista completa dos principais produtos exportados pelo Brasil no ano de 2019 segundo informações do Comex Vis:

  1. Soja
  2. Petróleo
  3. Minério de ferro
  4. Celulose
  5. Milho
  6. Carne de bovino
  7. Carne de frango
  8. Demais produtos manufaturados
  9. Farelo de Soja
  10. Café

Os dados foram retirados em análise a lista do Comex Vis no período de Janeiro a Dezembro de 2019. 

A exportação no Brasil começou em alta no ano passado, o país exportou aproximadamente 18 Bilhões de reais. somente em Janeiro. Isso foi considerado um dos melhores resultados do Brasil de acordo com o Ministério da Economia.

Muitos acham que commodities como o café e carnes bovinas e de frango ocupariam as primeiras posições. Se enganam, pois a soja e o petróleo, por exemplo, mantém as primeiras posições do ranking.

Esta lista de todos os principais produtos exportados pelo Brasil pode ser encontrada facilmente no site do Mdic na aba de visualizações do comércio exterior.

Sem mais delongas, vamos ao detalhamento do top 10 dos produtos mais exportados pelo Brasil:

1) Soja

Principal produto exportado pelo país, a soja, que teve exportações históricas de 83,8 milhões de toneladas em 2018, reduziu os embarques para 77,9 milhões de toneladas em 2019, segundo dados da Secex, que apontaram vendas externas de 3,4 milhões de toneladas em dezembro.

O Brasil é o segundo maior produtor de soja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Neste caso, 79% do total de nossas exportações de Soja teve como principal destino a China. 

2) Petróleo

Em segundo lugar fica o petróleo entre os itens mais exportados pelo Brasil. A exportação de petróleo e derivados, por sua vez, correspondeu a 13% do total de todas as exportações brasileiras. Em relação ao ano anterior, não houve aumento. Rio de Janeiro onde faz parte a Bacia de Campos, é responsável por 80% da produção de petróleo no Brasil. Também por isso se destacou como o estado que mais exportou Petróleo neste período.

Dados sobre os produtos mais exportados pelo Brasil


3) Minério de ferro

O minério de ferro tem uma grande influência econômica no país, principalmente pelo teor das exportações, pois ele é um dos principais produtos exportados pelo país.

A China é um dos principais compradores do minério, apesar de também extrair em quantidade porém a qualidade dos seus minérios não é tão alta quanto os Brasileiros.

A Exportação de Ferro, no período de Janeiro a dezembro de 2019 gerou uma receita de US$ 20,22 bilhões, isso representa aproximadamente 9% do total de exportações brasileiras. A exportação de Minérios de ferro teve um crescimento de 9,7% em relação ao mesmo período de 2018.

4) Celulose

Mato Grosso do Sul é o estado brasileiro que mais contribuiu para que a celulose ocupasse essa posição. As indústrias de papel e celulose do Estado se concentram, atualmente, em Três Lagoas. O cenário de exportações era completamente diferente há pouco mais de dez anos, quando foi inaugurada a primeira fábrica de papel e celulose de MS na cidade. Em 2019, o município foi responsável por 50,65% dos valores exportados por Mato Grosso do Sul entre janeiro e dezembro.

Powered by Rock Convert

5) Milho

A Seca na Índia e o excesso de chuvas e frio nos Estados Unidos causaram diminuição na oferta mundial do milho. Esse cenário tem favorecido o mercado de exportações de milho brasileiro. Neste ano de 2020 a demanda dobrou em relação ao ano de 2019. Em 2019, o milho em grãos gerou uma receita de US$ 7,35 Bilhões em exportações no Brasil, até Dezembro. Certamente ainda vem muita coisa boa para exportadores deste commodity agrícola. 

 6) Carne de frango

Com participação de 2,8% nas exportações realizadas no Brasil, a carne de frango aparece na lista dos Produtos Mais Exportados pelo Brasil. Este item gerou uma receita de US$ 6,33 Bilhões ao Brasil até agora. O destino das exportações brasileiras de Carne de Frango são: China, Japão, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, entre outros.

7) Carne bovina

Impulsionada pela demanda chinesa, as exportações brasileiras de carnes bovinas fecharam 2019 com novo recorde de volume e faturamento. Os números representam um crescimento de 12,4% e 15,5%, respectivamente, em relação a 2018, superando as projeções realizadas e consolidando o ritmo de crescimento das vendas brasileiras.

Países que mais receberam os produtos mais exportados pelo Brasil

Conforme o gráfico acima, vemos o consumo de carne bovina por país. A china consumiu exatos 38% de toda a carne exportada ao longo desse período. 

8) Demais produtos manufaturados

Demais produtos manufaturados ocupa a 8ª colocação no Ranking nas Exportações Brasileiras. E representação US$ 5,48 Bilhões no período de Janeiro a Dezembro de 2019.

9) Farelo de soja

O Farelo da Soja também é um produto bastante exportado pelo Brasil. Representando o total de 2,6% das exportações no Brasil. O Mato Grosso é o estado brasileiro que mais exportou farelo e resíduos da extração de óleo de soja.

10) Café

O Café ocupa a 10ª posição dos Produtos mais exportados pelo Brasil. O estado de Minas Gerais é o maior exportador de café do país. Os principais destinos da exportação de Café são: Estados Unidos, Alemanha, Itália e Japão.

Novidades na exportação do Brasil

Recentemente, o Governo Federal lançou uma série de mudanças do Novo Processo de Exportação. Este processo trouxe mais agilidade nos processos para que a exportação no Brasil, tenha mais efetividade e rapidez nos processos.

Entre as otimizações criadas, nasce a Du-e, a Declaração Única de Exportação. Este documento reduz a burocracia e sem dúvidas foi um dos acontecimentos mais importantes para o Comex. Como vimos, os produtos mais exportados pelo brasil, mostram que o cenário permanece otimista para quem tem interesse em internacionalizar as suas operações através da exportação. 

Exportações: os “salvadores da pátria”

As exportações brasileiras, ainda se mantêm equilibradas, mesmo em meio à crise do coronavírus. Um grande fator que influenciou de forma positiva, foram as exportações do agronegócio.

O setor agropecuário brasileiro faturou, em exportações, 17,5% mais entre janeiro e abril deste ano em comparação com igual período de 2019, informou, em nota, o Ministério da Agricultura, tendo como base os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia.

Outro fator que acentua a crescente, é a relação Brasil-china, que mesmo em meio a tensão política, não demonstra ter sido afetada.

As relações dos dois países durante a pandemia de covid-19 estão sendo discutidas por todo o tipo de especialistas.  Os chineses precisam de matérias-primas e alimentos e o Brasil precisa de produtos manufaturados e de investimentos em infraestrutura. Entretanto o Brasil, ainda não tem grande representatividade para o mercado chinês que possui mais de 1 bilhão de pessoas.

Segundo a coluna economia do portal UOL, em abril de 2020, o Brasil quebrou recordes históricos mensais de exportações em volume e valores nos seguintes produtos: óxido de alumínio/alumina (770 mil toneladas por um total de US$ 228 milhões), minério de cobre (121 mil toneladas por US$ 231 milhões), ouro (US$ 278 milhões), algodão bruto (91 mil toneladas por US$ 141 milhões), soja (16,3 milhões de toneladas por US$ 5,5 bilhões), farelo de soja (1,7 milhão de toneladas), óleos combustíveis (1,3 milhão de toneladas), carne bovina fresca, refrigerada ou congelada (116 mil toneladas por um total negociado de US$ 509 milhões) e carne suína (63 mil toneladas por US$ 154 milhões)

Para ter uma visão mais ampla, recomendo que veja como estão as exportações em meio à crise neste artigo que escrevi recentemente.

Conheça o Sistema Mainô: tecnologia automatizando seu processo de exportação

Se você lida todo dia com exportações sabe o quão burocráticos são os procedimentos envolvidos aqui no Brasil podem ser, não é mesmo? Se você está cansado de tantos processos e de deixar isso afetar diretamente suas vendas, você precisa conhecer o Sistema Mainô! Tenha controle desde o estoque até as vendas, sem preocupação com erros tributários. Tudo é integrado e feito automaticamente, diminuindo a quantidade de cliques e digitação para emissão de notas fiscais. Experimente grátis clicando neste link.

Não esqueça de compartilhar esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no print
banner news

Siga a Mainô nas redes

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
3 meses atrás

10 produtos exportados pelo Brasil

Obrigado por se cadastrar!