Fim do emissor gratuito da Sefaz Maranhão

A Sefaz Maranhão anunciou no dia 02/10/2017 que vai descontinuar os emissores de NF-e e CT-e até o fim de outubro de 2017. Essa notícia afeta diretamente as empresas que vendem produtos e utilizam o emissor gratuito de NF-e. Leia a notícia original que foi publicada no site da Sefaz.

Como dito na notícia original: “A partir de 01 de novembro de 2017 a Secretaria da Fazenda do Maranhão estará encerrando os serviços de download dos emissores gratuitos de CT-e e da NF-e em seu site.

 

Como a Mainô vai ajudar você a resolver este problema?

Como já sabemos, as empresas afetadas pela descontinuação do emissor gratuito da Sefaz serão as que vendem produtos. Já as empresas prestadoras de serviços, que emitem NFS-e, não terão problemas. A alternativa proposta pelo Sefaz é que os donos de negócios busquem outras soluções (gratuitas ou pagas).

 

Conheça o Traxo, emissor gratuito de nf-e para operações nacionais

O Traxo é um emissor de NF-e que possui plano gratuito e que realiza emissão de notas fiscais e monitoramento de NF-es recebidas. Além disso, possui controle de estoque automático através da integração com emissão ou recebimento de NF-e ou NFC-e. Atualmente, mais de 1.600 empresas já utilizam o Traxo para emitir suas notas fiscais e podem contar com o apoio da equipe de suporte da Mainô.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O TRAXO

 

Conheça o Comex NF-e, sistema de gestão para empresas importadoras com emissão de NF-e

O Comex NF-e é a melhor opção para empresas que trabalham com comercialização de produtos adquiridos no exterior, pois possui geração da NF-e de entrada automática a partir do XML da DI, faz controle do estoque automático, gestão das vendas, CRM e geração de boletos de cobrança online integrado com a emissão de NF-e. Se sua empresa precisa de um sistema para ajudar nas operações de importação e de vendas interestaduais com toda sua complexidade, venha conhecer o Comex NF-e e nossa equipe de atendimento especializada em operações de comércio exterior

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O COMEX NF-E